Nem Te Conto

Cauã Reymond fala sobre religião, política e drogas: "Já fumei maconha"

"Sou medroso de dizer o que penso no Brasil", ressaltou Cauã

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Em janeiro, Cauã Reymond voltará a ser visto na televisão em "Dois Irmãos", nova série da Globo, gravada em 2015. Sempre receoso em opinar sobre assuntos polêmicas, o ator fez revelações em entrevista à revista 'Marie Claire'.

"Sou medroso de dizer o que penso no Brasil. Tenho a sensação de que o público não recebe bem nossas opiniões. Gosto de ver medalhões da Fifa presos. Não consigo entender por que continuam roubando se não terão tempo de gastar o dinheiro. Isso faz parte do raciocínio do tipo de pessoa que quero me tornar", disse ele.

Foto: Divulgação/ TV Globo

Reymond também revelou ser religioso e um frequentador da igreja católica: "Vou à igreja em busca de silêncio". "Tanto politicamente quanto religiosamente estamos indo para um lugar de pouco respeito às diferenças. Acho isso extremamente perigoso. Não entendo uma religião que não respeita outra", completou.

Questionado sobre sobre ter usado algum tipo de droga, o global dispara: "Já fumei maconha". Apesar disso, ele acredita que o Brasil não esteja preparado para a legalização da maconha. "Fico receoso de uma voz ignorante no tema como a minha tomar uma grande dimensão. Talvez o Brasil não esteja preparado, mas gosto do que aconteceu no Uruguai. Vejo a possibilidade da legalização da maconha – e não de outras drogas", afirmou.