Nem Te Conto

Com corpo definido, Anderson Di Rizzi diz estar em sua melhor forma física

Ator tem chamado atenção com cenas de cueca em 'A Dona do Pedaço'

Agência O Globo

 Se tem alguém que está bem a vontade em cenas usando só roupa íntima é Anderson Di Rizzi. O ator se diverte com a repercussão que vem causando toda vez que Márcio, seu personagem de "A dona do pedaço", aparece só de cueca na trama. Também pudera. Com um corpo enxuto, bem trabalhado nos "gominhos", não há o que se preocupar em estar com pouca roupa. Inclusive, Di Rizzi conta que ele mesmo foi quem sugeriu qual seria o melhor modelo de cueca a ser usado.

Foto: Reprodução | TV Globo

- O pessoal do figurino já tinha pensando em uma sama-canção. Então, falei: "vamos aproveitar o Márcio aí, vamos colocar uma boxer, vamos dar uma explorada nesse corpinho. A equipe adorou - diverte-se o ator.

Aos risos, Di Rizzi diz que os próprios colegas ficaram surpresos com a boa forma dele.

- "Pô, tá trincado, hein, irmão", brincaram aqui. A galera estranhou, ainda mais que Márcio estava aparecendo mais de paletó e camisa. Até no estúdio quando tirei a camisa para fazer as cenas com Mônica (Iozzi, a Kim) ouvi da turma: "O que é isso, cara!" - conta o ator.

Mas engana-se quem pensa que o artista fez toda essa preparação para a novela.

- Estou no elenco do filme "Segundo homem", de Tiago Luciano, em que faço um soldado que vai para a Legião Estrangeira. A gente já começou a rodá-lo na França, fiquei uma semana lá antes de começar a novela. Só que o longa precisou ser adiado e, então, comecei a gravar a novela. Como vamos voltar a rodar após o fim da trama, tenho que manter a forma, porque será mostrado o treinamento desse, o corpo do cara muda durante o filme. Não posso, então, sair da dieta - constata Di Rizzi, que está fazendo musculação e restrição alimentar calculada: - Não como carne há sete anos. Estou há meses comendo o mesmo peixe. Às vezes, dá uma enjoada. Tenho que ter variações, mas não pode ser frito. É alimentação com pouco carboidrato, bastante proteína e exercício. Emagreci sete quilos de "O outro lado do paraíso" (novela em que viveu o lapidador Juvenal) para cá. Estava com 81,5 kg estou com com 74,5 kg. Acredito que estou na minha melhor forma física.