Nem Te Conto

Com mais de 250 mil 'seguimores', Ju de Paulla revela sua trajetória como influencer

É blogueira que você quer, @? Ela se apresenta em Salvador nesta sexta (27), na XYZ

Guinho Santos (guinho.santos@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Você nunca ouviu falar em Ju de Paulla? Como assim, Brasel? Tudo bem, sem estresse! A carioca ficou conhecida na internet com seu famoso 'Giro de Notícias', no finado Snapchat - que ele não nos ouça -, e viu seus números atingirem marcas surpreendentes. Carinhosamente apelidada apenas de Jude, a quase baiana hoje conta com mais de 250 mil seguidores só no Instagram. Muitos deles conheceram o trabalho dela ainda no Snap e migraram para a outra plataforma do dono da 'P' toda, Mark Zuckerberg.

É musa gótica suave e influencer que você quer, @?

Antes de ser amiga de Preta Gil e, em seguida, se tornar assessora pessoal da cantora, Juliana ('você viu meus óculos?') trabalhou como vendedora, telemarketing, entre outras coisas, e viajou, sem nem lembrar como, várias vezes para Salvador para curtir o Carnaval ao lado de ninguém menos que Ju Moraes, uma de suas melhores amigas.  "Nem sei de onde tinha esse dinheiro. A gente era estudante ainda. A gente ia com dez reais no bolso. Como isso acontecia, eu não sei. Depois comecei a trabalhar com Preta e ela sempre passava o Carnaval em Salvador por causa do Expresso 2222", relembrou ao iBahia. A relação com a Bahia, então, só cresceu ao longo dos anos: "eu amo Salvador. Amo a Barra, o clima de lá é maravilhoso. Amo a vibe de Stella Maris também. Lá tem uma energia mara, amo as praias de lá também".

Mas como essa menina deixou o anonimato para se tornar influencer e blogueirinha que você respeita? Tudo por conta de um quadro que criou no Snapchat, que ganhou o nome de 'Giro de Notícias', uma espécie de resumo do que rolava na vida das celebridades durante o dia, com dinheiro àquela piadinha marota. "Teve a época do boom do aplicativo e desde o primeiro dia eu já tinha ele no celular. Antigamente nem dava pra mandar vídeo, só foto. Deixei ele de lado e fui pra Nova York com Hugo Gloss e lá a gente viu que a galera usava muito. Ele falou pra gente usar aqui, quando a gente voltasse. A gente começou a usar e foi aquele alvoroço todo. Foi começando a fazer um barulho por conta do 'Giro de Notícias'. Às vezes, o artista que eu comentava as notícias, olhava. Como eu trabalhava com a Preta, eu já conhecia alguns famosos. A Fernanda (Souza) começou a divulgar no Snap dela todos os dias. Parecia até que eu pagava ela, mas eu não pagava, eu juro (riso). A Bruna Marquezine falou também e choveu muitos seguidores", contou.

Jude e Preta - Um caso antigo de amizade
A partir daí, mon amour, Jude viu que sua brincadeira estava dando certo e lhe rendendo frutos: "começaram a me ligar pra perguntar quanto eu cobrava por trabalho. Achei estranho isso. Foi aí que percebi que estava virando um trabalho e estava tendo um reconhecimento das pessoas". Mas o Giro teve um fim. O motivo? Aquele famoso 'mimimi' da internet, sabe? Isso mesmo! Nem toda brincadeira era levada como tal e a carioca, então, achou melhor dar um 'até logo' ao seu filho.

"Parei de fazer porque tomou uma proporção muito grande e eu tinha um humor um pouco ácido e os famosos começaram a me seguir, mas tinham uns que não entendiam a proposta, as brincadeiras. Não era nada pessoal. Nunca falei mal, nem nada, era só piada, mas tinha gente que não entendia isso e os fãs também. Aí começou a dar uma dorzinha de cabeça. Comecei a fazer menos, até que parei de fazer", explicou.

Desde que se despediu do seu quadro, Jude precisou pensar em um outro produto para entreter seus 'seguimores', como ela chama os internautas: "foi triste. Mal eu fazia o Giro e logo veio a preocupação. Acho que é uma preocupação de todo mundo que trabalha com conteúdo digital. Eu comecei a tentar pegar uma outra vibe, mais para o lado de humor que eu tenho nos comentários, mas não de uma pessoa específica. Como passei a tocar em vários lugares no Brasil, comecei a dar dicas de música, falar de séries ou algum assunto legal do momento. Tem dias que a gente não quer postar nada, mas precisamos postar porque temos um público que gosta do seu conteúdo. Às vezes você nem dá nada no que você posta e depois recebe uma mensagem de um seguidor dizendo que estava tendo um dia péssimo até ver o seu Stories/Snap. Às vezes você está ajudando a pessoa involuntariamente e eu vejo que vale a pena".

Paralelo ao trabalho de influenciadora digital, Juliana segue uma carreira de DJ, a qual ela tem um carinho muito grande e que já lhe rendeu bons momentos. "Quando eu vi esse sucesso todo, eu pensei logo de início que isso não ia ser pra sempre. Então eu pensei que tinha que aproveitar o melhor. Quem trabalha com internet sabe que tem sempre que ir em direção contrária ao que todo mundo tá fazendo, tem que se reinventar. Comecei a tocar em festas e pensei: 'acho que vou usar isso (a fama) para tocar em festas, que eu acho legal e também gosto de fazer'. É um lado que as pessoas não conhecem. Peguei o conhecimento que eu tenho com algumas pessoas e comecei a me apresentar como DJ".

"Entrei em curso, me especializei mais e eu tinha já uma coisa legal que alguns famosos já me conheciam. Então ficou mais fácil porque eu tinha um acesso que muitas pessoas não tinham. Eu podia mostrar meu trabalho, mandar meu contato, ir arriscando e tentando. Aí as oportunidades foram surgindo. Toquei no aniversário de Fernanda Souza, no aniversário da Preta Gil, na festa da Pabllo Vittar...", completou.

Jude - com a full lace da Ludmilla no cabelo - ao lado da Pabllo

Quanto ao meio influencer, Jude acredita que ainda tem muito o que surgir na rede: "não acho que o mercado esteja saturado. Ainda tem muita coisa por vir neste lado digital. Às vezes ficam as mesmas pessoas fazendo as mesmas coisas. A internet é uma infinidade de coisas. Tem pessoas que eu nem conheço que são muito famosas, mas das pessoas que eu sigo e os conteúdos que eu vejo, acabam sendo as mesmas chamadas para os eventos, fazendo as mesmas coisas". 

E se eu quisesse ser blogueirinho famoso? 'Aqueles' (risos). Ela deu uma dica que muitos devem seguir, caso queiram arriscar neste meio. "Ser o máximo verdadeiro possível. Foi o que aconteceu comigo. Eu era meio 'sem filtro', como eu sou normalmente. Às vezes eu fazia um Snap e ia. Não ficava olhando se meu ângulo estava bom, mudando o filtro... Você tem que ser verdadeiro, é o principal", orientou. Há quem tenha dúvidas, inclusive, sobre o lado financeiro de um digital influencer. Sem revelar números, Jude confessou que não tem uma base de quanto é cobrado por uma parceria: "tudo depende. Quando as marcas chegam a nos procurar, a gente faz uma planilha de acordo com o que é pedido por elas. Para cada coisa, tem um valor, mas não tem uma base exata. Como sou de uma agência de influencers, eles acabam passando isso e sabem direcionar mais. Vida de boa ninguém consegue ter, mas um complementa o outro e a gente vai vivendo a vida (risos)".

Ela toca hoje em Salvador, tá baum?

Vamos aos trabalhos?
Jude se apresenta nesta noite em Salvador, na XYZ, no Rio Vermelho, ao lado de seu irmão Diamonds Gominho. O Dj Ober completa a grade do evento, que começa a partir das 23h, e tem ingressos a R$ 25. Sobre a carreira de DJ, ela revelou um sonho: "eu quero ser a Rihanna dos DJs, apenas". No set, Jude promete aquele famoso 'bate cabelo' que as manx gostam.

"Eu acabo não me limitando. Gosto de bater cabelo com as gay. O que me influencia muito é o pop nacional e internacional, funk... Amo Rihanna, Fifth Harmony, Anitta, Ludmilla, Beyonce. Depende do lugar que eu vou. Sempre pergunto o que o público da casa curte mais para preparar o set. Durante a festa, eu vou sentindo como vai ser e puxo na hora. Daí vou misturando", comentou ela, que adiantou o que vai mostrar para o público baiano: "hoje vai ter muito funk, bate cabelo e pop. Vai ser uma mistura braba, do funk ao sertanejo".

Serviço
Baile da Jude com Dendê
Atrações: Ju de Paulla, Gominho e Ober
Local: XYZ, na Pirâmide do Rio Vermelho
Horário: a partir das 23h
Valor: R$ 25
Vendas: Sympla