Nem Te Conto

Conar abre representação ética contra live de Gusttavo Lima

Representação foi aberta após denúncias de dezenas de consumidores, que consideraram que as ações publicitárias carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária (Conar) abriu uma representação ética contra ações publicitárias de responsabilidade da Ambev e do cantor Gusttavo Lima, intituladas 'Live Gusttavo Lima - Buteco em Casa' e 'Buteco Bohemia em Casa', veiculadas em redes sociais. As informações são da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia'. 

Foto: Reprodução | Instagram 

De acordo com publicação da jornalista, representação foi aberta a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores, que consideraram que as ações publicitárias carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas. A denúncia, segundo o Conar informa, cita a falta de mecanismo de restrição de acesso ao conteúdo das lives a menores de idade e a repetida apresentação de ingestão de cerveja, em potencial estímulo ao consumo irresponsável do produto.

Conforme a apuração feita por Fábia, Ambev e Gusttavo Lima têm prazo regimental para enviar, se assim o desejarem, defesa ao Conselho de Ética ou adaptarem de imediato o conteúdo publicitário das lives às regras éticas.