Nem Te Conto

'Consigo ter raba grande e não ser alienada', diz Geisy Arruda após crítica de seguidor

A influenciadora digital recebeu diversos ataques dos seguidores após dizer que é contra a reabertura das academias

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Nesta segunda-feira (11), Geisy Arruda usou seu perfil no Twitter e no Instagram para dar sua opinião sobre o decreto presidencial que inclui academias e serviços de estética entre atividades essenciais durante a quarentena. A influenciadora digital recebeu diversos ataques dos seguidores após dizer que é contra. 

Ela compartilhou uma notícia com a fala de Bolsonaro "Saúde não é vida? Por que as academias estão fechadas?" e decidiu responder ao presidente. "Porque lá tem aglomeração, suor, compartilham aparelhos, bebedouro, vestuários, e o contágio do Corona seria super rápido", disse Geisy. 

"Tô começando achar que esse homem quer matar o povo mesmo. Tipo, que fique só os que tem 'sorte' na vida", continuou. 

Depois dos Stories falando que era contra os treinos na academia neste momento, a influenciadora foi criticada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Ela chegou a mostrar alguns das mensagens que recebeu, em que diminuíam seu direito de falar sobre política por causa das suas postagens sobre sexo e por mostrar o corpo. 

"Eu como a mina fodona que sou, consigo ter a raba grande e não ser uma alienada, como cidadã e mulher. Dona da minha vida, eu falo o que eu quero, inclusive de política, quer você queira, quer não", rebateu Geisy. 

Nesta terça-feira (12), Geisy usou as redes sociais para dizer que não vai mais comentar sobre nada e pedir sugestões de novos conteúdos. "Vamos fingir que vivemos no mundo da fábrica de chocolate e tomaremos chá da tarde com a Alice e o coelho".