Nem Te Conto

Criticada em 'Babilônia', Camila Pitanga é elogiada por atuação em 'Velho Chico'

Mãe de Antonia, de 7 anos, a atriz, de 38, divide-se entre o trabalho e a criação da pequena, de quem é parceira

Agência O Globo

Não foi fácil para Camila Pitanga encarar o mundo virtual ano passado. Protagonista de “Babilônia”, a atriz foi alvo de diversas críticas por causa de sua mocinha. Rotulada de chata, a personagem foi rejeitada pelo público e teve que se transformar ao longo da história. A experiência foi “assustadora’’, como a própria atriz define, mas serviu para compreender que nem tudo pode ser levado ao pé da letra.

"Muitas coisas que são ditas nas redes não têm o mesmo peso das coisas que a gente fala pessoalmente. Tem um quê de fofoca, brincadeira e deboche. No início, fiquei assustada. “É isso aí o que estão falando da Regina? Meu Deus’’, eu pensava. Depois, entendi que a internet tem um código próprio. Resolvi me divertir", explica ela.

Fotos: GShow e Divulgação/TV Globo

Com Maria Tereza, de “Velho Chico”, a atriz faz as pazes com o público. No mesmo Twitter em que a atacaram, agora sobram elogios. "Recebo um mar de afetos. Consegui um lugar onde eu falo, mas escuto também. Seja pelo humor, por provocações. A internet pode ser um espaço de troca interessante", pondera a atriz.

E ela defende com unhas e dentes sua heroína. "Tereza está no mundo para brigar, mas existe uma luta consigo mesma. Ela está procurando se conhecer", reflete a atriz, que, na trama, deixou de viver seu grande amor pela imposição do pai.

Mãe de Antonia, de 7 anos, Camila, de 38, divide-se entre o trabalho e a criação da pequena, de quem é parceira. "Não tenho essa coisa de proibição. Meu pai nunca me proibiu de ver nada. Acho que ela precisa ter diversidade de estímulos. Antonia ama ouvir Anitta, assim como Chico Buarque. Essa pluralidade é herança do nosso país e eu faço questão de mostrar para ela", destaca a atriz, que não vê problema em ser mãe de Gabriel Leone, de 22 anos, na ficção: "a idade da personagem não é definida.

Uma história que começou anos atrás. O convite para “Velho Chico” partiu do diretor Luiz Fernando Carvalho, com quem Camila tem uma história curiosa. Antes de estrear na TV, ela chegou a fazer um teste para trabalhar com ele. Na hora H, desistiu. Não se sentia preparada. Agora, eles finalmente se encontram no set.

"Meu pai me levou em uma gravação e falou: “Filha, eu quero que você comece por ele (Luiz Fernando). Estava cursando o Tablado. Fui fazer o teste e ele me deu uma cena de uma mulher grávida. Fiquei com medo e amarelei. Luiz foi respeitoso e disse: “A gente ainda vai se encontrar", relembra Camila, que estreou na TV em 1993, na minissérie “Sex appeal’’.

A atriz ficou surpresa com a reação do diretor ao ser chamada para a trama das nove: "quando ele me convidou, me falou desse encontro que tivemos. Eu achava que ele não lembraria desse encontro. Sinto como se eu estivesse recomeçando."