Nem Te Conto

De joelhos, Eduardo Costa pede desculpas por brigas sobre política

“Eu errei, me excedi, me arrependo profundamente, quero falar de música e cachaça. De política eu não quero falar nunca mais, só para ajudar o povo do Brasil”, se defendeu

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Na noite da última sexta-feira (1), a live do Cabaré, comandada por Eduardo Costa e Leonardo causou polêmica na internet. Eduardo, que defendeu Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018, pediu desculpas por ter incentivado brigas sobre política e também pediu união para combater novo coronavírus.

“Hoje, o que está matando é a fome, amanhã, será a fome. Peço aos políticos, ao presidente, aos governadores e aos senadores que não se aproveitem deste momento terrível para brigar um com o outro. É hora de todo mundo se unir. Eu errei, me excedi, me arrependo profundamente, quero falar de música e cachaça. De política eu não quero falar nunca mais, só para ajudar o povo do Brasil”, disse o cantor.