Nem Te Conto

De volta ao Instagram, Pugliesi se defende de críticas: 'ninguém sente o que sinto'

Influenciadora, que retornou à rede social meses após dar uma festa durante a pandemia, alegou que foi acusada de "encenação"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Gabriela Pugliesi tem lidado com uma enxurada de comentários negativos após retornar ao Instagram. A influenciadora, que ficou cerca de três meses distantes da rede social e reapareceu após um vídeo de "perdão" divulgado na última segunda-feira (20), publicou uma série de stories em que diz que foi acusada de "encenar" nas imagens, e que as críticas a "desestabilizaram".

"Eu sei que eu errei. Ninguém sente o que eu sinto. Eu, Gabriela, estou aprendendo com tudo isso. Mas, ontem e hoje, eu me vi em um estado em que não ficava faz tempo. E estou aqui para ser uma pessoa melhor. Eu preciso voltar à minha missão, focar no caminho que estava de autoconhecimento, amadurecimento e espiritualidade. Ficar lendo comentários de ódio mexe com a nossa energia e desestabiliza. Faz muito tempo que não ficava assim", declarou.



Gabriela Pugliesi, uma das primeiras celebridades brasileiras a ser diagnosticada com covid-19, foi duramente criticada após realizar uma festa em abril, contrariando as recomendações da Organização Mundial da Saúde.  A influenciadora digital perdeu uma série de patrocinadores e seguidores, e desativou o perfil no Instagram por cerca de três meses.