Nem Te Conto

Dez artistas que já morreram e você nem lembrava mais

Emílio Santiago, Luiz Carlos Tourinho e Mara Mazan estão entre os destaques

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

1 - Norton Nascimento morreu em dezembro de 2007, aos 45 anos. O ator chegou a fazer um transplante de coração para curar um aneurisma (dilatação anormal da aorta), ficando seis meses em recuperação. Na época, ele precisou de 73 doações, entre sangue, plaquetas, plasma e um coração. Ele participou de algumas novelas da Rede Globo como 'A Próxima Vítima' (1995) e 'A Padroeira (2001)'. 

2 - Luiz Carlos Tourinho morreu em janeiro de 2008, aos 43 anos, vítima de um aneurisma cerebral. Um dos maiores sucessos de carreira do ator foi o personagem Edilberto, o desastrado assistente de Uálber Cañedo (Diogo Vilela), em Suave Veneno (1999), o qual popularizou o bordão "Abalou Bangu!". No ano seguinte, entrou para o elenco do programa Sai de Baixo, como o porteiro puxa-saco Ataíde, que ficou até o fim do programa, em 2002.

3 - O cantor Nelson Ned, de 66 anos, morreu em janeiro 2014 em decorrência de "choque septico, sepse, broncopneumonia e acidente vascular cerebral". "O pequeno gigante da canção", apelido que recebeu por seu 1m12 de altura, se consagrou na década de 60 como uma das vozes românticas mais famosas do Brasil. O sucesso internacional veio com a gravação de vários discos em espanhol.


4 - Emílio Santiago morreu aos 66 anos, em função de complicações decorrentes de um acidente vascular cerebral isquêmico (AVC). O fato ocorreu em março de 2013. Conhecido pelo tom de voz ao mesmo tempo grave e suave, o cantor apresentou diferentes gêneros durante sua carreira, mas esteve especialmente voltado para a música romântica, a MPB e o samba.



5 - A atriz Mara Manzan morreu de câncer no pulmão, aos 57 anos, em 2009. Sua última novela foi “Caminho das Índias”, como Ashima, uma indiana residente no Brasil. Desde 2008, a atriz lutava contra a doença. Ela chegou a interromper os trabalhos no folhetim, mas, após uma melhora, conseguiu retornar aos estúdios.Dez coisas que todo mundo odeia no período das eleições

Cinco coisas que fazem você sentir saudade do MSN Messenger



6 - O ator André Valli morreu, aos 62 anos, vítima de um câncer, em seu apartamento, em Copacabana. Ele ficou conhecido por seu papel como o Visconde de Sabugosa em O Sítio do Picapau Amarelo (versão de 1977), onde atuou por dez anos. Sua última participação em novelas foi em 2007, em Vidas Opostas, da Rede Record.

7 - Cláudio Corrêa e Castro morreu, aos 77 anos, de falência múltipla dos órgãos. Sofria hipertensão e diabetes e havia passado por várias cirurgias. O ator foi um dos recordistas de participação em telenovelas no Brasil, chegando a atuar em mais de quarenta folhetins. Ficou marcado por tipos como o Sr. Leopoldo de Força de um Desejo, em 1999, o Conde Klaus de Chocolate com Pimenta, em 2003 e o Gugu de A Gata Comeu, de 1985, o Vidal de Eu Prometo e o Arcanjo Gabriel de Deus Nos Acuda, ao lado de Dercy Gonçalves. 

8 - A atriz Ariclê Perez morreu no ano de 2006 depois de cair do 10º andar de seu apartamento no bairro de classe média alta de Higienópolis, na região central de São Paulo. Na televisão, seu último trabalho foi em "JK", onde interpretou Júlia Kubitschek, mãe do ex-presidente Juscelino Kubitschek na segunda fase da minissérie. Na primeira fase, o papel foi de Júlia Lemmertz.

9 - O curitibano Edílson Buba morreu no ano de 2006 em decorrência de um câncer. Buba participou do programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, em 2004. Logo após a saída do reality, ele foi preso por porte de drogas e depois criou a ONG “Vida Limpa, Vida Livre” para a conscientização de jovens entre sete e 21 anos.

10 - O cantor e compositor Reginaldo Rossi morreu em dezembro de 2013, aos 69 anos, de falência múltipla de órgãos, em decorrência de um câncer no pulmão. O artista era conhecido como o "Rei do Brega" e autor do sucesso “Garçom”.