Nem Te Conto

Diego Hypólito é vaiado em festa gay por foto com Bolsonaro: 'estou deprimido'; veja vídeo

Em outra mensagem postada pelo atleta, ele responde a um seguidor que diz que vai jogar ovo nele

Agência O Globo
Diego Hypólito usou as redes sociais na madrugada desta terça-feira para denunciar mensagens de ódio que vem recebendo de internautas após aparecer numa foto com o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, durante uma visita a Brasília. No fim de semana, o ginasta, que assumiu publicamente em setembro o namoro com o advogado Marcus Duarte, foi vaiado pela comunidade LGBTQ durante uma festa gay em São Paulo com gritos de "Fora Bolsonaro" (veja abaixo).
"Estou me sentindo péssimo e muito triste com esse ocorrido. Sou só humano! Cheio de defeitos e erros! E por alguém pedir ára tirar foto comigo, não deveria mudar nada! Mas pelo que vejo, estou sendo odiado! E, de coração, não desejo a ninguém. Pois estou deprimido e bem triste", desabafou ele no Instagram.
Em outra mensagem postada pelo atleta, ele responde a um seguidor que diz que vai jogar ovo nele: "Se tomar qualquer atitude de agressão irá para a cadeia!", rebate Diego, continuando seu desabafo. "Recebi centenas de mensagens de ódio e intolerância. Isso é amor? Isso é respeito ao próximo!".
No fim de semana, Diego chegou a gravar um vídeo no Instagram e falou sobre o linchamento virtual que vem sofrendo. "Venho aqui agradecer aos meus amigos pelas mensagens de carinho, estou surpreso, nunca fui tão xingado em toda a minha vida, nem quando eu falhei em Pequim ou em Londres [Olimpíadas]. Eu tenho a dizer que a gente combate o ódio com o amor. É difícil escutar tantos xingamentos pesados de pessoas que nem me conhecem. "Não mudei absolutamente nada da minha vida em questão de uma foto. Muito pelo contrário. Estou muito preocupado com o esporte, com vidas, preocupado que aquilo tudo que eu passei na minha carreira, em que muitas vezes não tinha nem o que comer dentro de casa, outras pessoas não passem", disse ele.