Nem Te Conto

'É muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe', dispara Mayra Cardi

Mayra usou seu perfil no Instagram para esclarecer algumas dúvidas sobre relacionamentos tóxicos e abusivos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Neste domingo (28), Mayra Cardi usou seu perfil no Instagram para falar sobre relacionamentos tóxicos e abusivos. Depois que Arthur Aguiar se pronunciou das acusações feitas por ela, Mayra fez um vídeo, no IGTV, para esclarecer dúvidas a respeito desses tipos de relacionamento. 

No início, Mayra reforçou que não é psicóloga ou trabalha na área, mas ganhou entendimento sobre o assunto. "Eu sou uma mulher que caiu algumas vezes nessa armadilha da vida e vou explicar sobre isso, como ser humano, colocando o meu posicionamento, me abrindo para que mulheres como eu possam sair de relacionamentos como este", começou.

"Muitos abusadores não sabem que são abusadores, porque nem sabem que estão em uma relação abusiva, porque ela começou muito tempo antes, quando esse excesso de machismo, de desejo, de querer, de castrar a vontade e o desejo da mulher começou a existir", disse. "Para você estar em um relacionamento abusivo, você só precisa ser uma pessoa e estar sendo manipulada, enganada, sob mentiras, sob pressão, sob o desejo do outro a qualquer custo".

"É muito mais fácil quando o abusador vem com cara de monstro, te estuprando, ou te batendo, assim fica mais fácil de identificar, e talvez fique mais fácil de correr também. Mas é muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe, com cara de coitadinho, educado, conquistador, abre a porta do carro, te dá flores... e aos pouquinhos você vai, não só caindo nos encantos, mas deixando de ser você, perdendo a sua personalidade, caindo cada vez mais nas mentiras, nas manipulações, nos quereres, e deixa de querer o que você gosta, quem é você, os seus amigos, deixa de ser quem você é, simplesmente para fazer a vontade dele, do jeito dele, imposta por ele, e com as mentiras dele. Diariamente sendo alimentadas", continuou. 

Assista ao vídeo: 

No vídeo, Mayra deu exemplos de comportamentos parceiros abusivos que muitas vezes não são percebidos ou entendidos. "Infelizmente, existem milhões de pessoas sendo abusadas diariamente e não sabem. E o abusador ainda tem a coragem de dizer: eu não sou abusador", finalizou.