Nem Te Conto

Eduardo Costa gera polêmica ao dizer que 'Brumadinho cheira a corpo, morte'

Prefeitura da cidade divulgou uma nota de repúdio sobre declarações do cantor

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

O cantor Eduardo Costa voltou a causar polêmica nas redes sociais. Durante uma live, o músico fez comentários pra lá de controversos sobre a cidade de Brumadinho, que sofreu com o rompimento de uma barragem da Vale, devastando a região e causando 259 mortes.


"Não está 100% definido. Estamos procurando um lugar. Como a cidade foi devastada, é difícil um lugar em Brumadinho para se fazer qualquer tipo de evento. A cidade está totalmente devastada. Aquele lugar cheira a corpo, morte. Só quem passa lá que vê", disse ele.

A prefeitura de Brumadinho decidiu se pronunciar sobre as palavras do cantor: "Sobre o vídeo de Eduardo Costa acerca de sua live ser gravada em Brumadinho, a prefeitura lamenta e repudia a infeliz colocação que fez o cantor ao se referir ao nosso município. Eduardo Costa é um artista que sempre teve um carinho enorme por Brumadinho e esse carinho sempre foi recíproco por parte da população. Por isso, queremos crer que o cantor, talvez por falta de informação sobre a real situação do município, tenha cometido um equívoco que possa e precisa ser reparado".

Em seguida, o artista se explicou sobre suas declarações.  "A gente fica muito triste por saber que ainda tem famílias que depois de tanto tempo ainda choram seus mortos. Não foi com a intenção de dizer que Brumadinho cheira a morto. Essa é a cidade mais bonita que existe na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na verdade, Brumadinho é conhecida no mundo inteiro por ser uma das cidades mais belas e mais gostosas daqui da região", afirmou.