Nem Te Conto

Eliminado do 'BBB' e acusado de assédio, Petrix denunciou treinador em caso de abuso

Petrix foi um dos inúmeros garotos formados por Fernando, que trabalhou há 20 anos com atletas de base, todos homens

Agência O Globo
Eliminado do "Big Brother Brasil 2020", com 80,27%, Petrix foi um dos atletas que denunciou o técnico Fernando de Carvalho Lopes de abuso sexual. Dentro da casa, o ginasta acabou sendo acusado de assédio e terá que prestar depoimento na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), após a TV Globo ser intimada na última segunda-feira.

Petrix foi um dos inúmeros garotos formados por Fernando, que trabalhou há 20 anos com atletas de base, todos homens, no Clube Mesc, em São Bernardo do Campo.
— Fernando foi meu primeiro técnico, o Mesc foi meu primeiro clube, onde comecei a ginástica — conta o atleta, em entrevista ao "Fantástico", em abril de 2018: — Essa pressão psicológica num moleque de 10, 11 anos... Banho junto, me espiar... Já acordei com ele, não sei quantas vezes, com a mão dentro da minha calça.
Dos 6 aos 13 anos, ficou no clube sob o comando do técnico. Saiu por não suportar mais os abusos, que aconteciam no banheiro, nos treinos físicos e até mesmo fora do ginásio. O medo e a vergonha, no entanto, o impediram de contar à família.
— Ele sempre perguntava como estava o nosso desenvolvimento. Ele precisava acompanhar o nosso crescimento para poder mudar o treino. E ele pedia para mostrar o pênis — relembra o ginasta, que se emocionou. — Eu sempre tentei proteger a minha família de saber, o quanto ele tentava se aproximar, encostar... Eu nunca vou querer decepcioná-los ou preocupá-los por nada.