Nem Te Conto

Emilly Araújo, do 'BBB 17', é recordista de condenações no Conar

O levantamento garante que a irmã da também ex-BBB, Mayla Araújo, ostenta seis processos, o dobro das condenações sofridas por grandes marcas

Redação iBahia
- Atualizada em

Emilly Araújo, campeã do 'BBB 17' (TV globo) não fez muito sucesso na TV após o programa, mas nas redes sociais é diferente. Ela carrega em seu Instagram 4,1 milhões de seguidores. Por conta disso, a ex-sister recebe vários presentes e jabás. Porém, isso trouxe problemas para a influenciadora.

Foto: Reprodução | Instagram

De acordo com o Uol, Emilly lidera o ranking de condenações do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, o Conar. O levantamento garante que a irmã da também ex-BBB, Mayla Araújo, ostenta seis processos, o dobro das condenações sofridas por grandes marcas.

"Grande parte das condenações feitas em postagens de influenciadores se enquadram no que o Conar determina como 'identificação publicitária', caracterizada quando um influenciador faz uma divulgação de um produto, local ou serviço de uma marca sem sinalizar que aquilo é uma parceria comercial", explica a publicação.