Nem Te Conto

'Eu me perguntei se gostava', dispara Mariana Xavier ao refletir sobre sexo

Atriz chamou atenção para o fato de que as mulheres são estimuladas a realizam sempre os mesmos movimentos durante o ato sexual, como se seguissem uma ordem

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Nesta sexta-feira (6), Mariana Xavier usou seu perfil no Instagram para fazer uma reflexão sobre a forma como o sexo é visto pelas mulheres e fez declarações sobre as próprias descobertas nesse quesito. 

"Durante muito tempo eu me perguntei se eu realmente gostava de sexo. E essa dúvida não tinha a ver com não sentir prazer. Não mesmo! Felizmente eu pertenço ao raro e privilegiado grupo de mulheres que descobriu o orgasmo antes mesmo de iniciar sua vida sexual com outro ser humano. Um salve ao bidê lá de casa!", começou a atriz.

Na publicação, Mariana revelou que não entendia bem o ápice do prazer. Ela chamou atenção para o fato de que as mulheres são estimuladas a realizam sempre os mesmos movimentos durante o ato sexual, como se seguissem uma ordem, e acabam tendo como único objetivo satisfazer o companheiro. 

Depois, a atriz contou que entendeu que merece explorar todas as possibilidades que o sexo pode oferecer e desejou que as seguidoras sigam o mesmo caminho. "Quero conhecer o prazer que meu corpo oferece, do jeitinho que ele é, e quero muito que você consiga desfrutar essa plenitude também".

Veja o post completo

Ver essa foto no Instagram

Durante muito tempo eu me perguntei se eu realmente gostava de sexo. E essa dúvida não tinha a ver com não sentir prazer. Não mesmo! Felizmente eu pertenço ao raro e privilegiado grupo de mulheres que descobriu o orgasmo antes mesmo de iniciar sua vida sexual com outro ser humano. Um salve ao bidê lá de casa! ????Rs ㅤ A questão é que, mesmo gostando das sensações que o sexo me proporcionava e quase sempre chegando ao que até então eu entendia como o ápice do prazer, eu me sentia cumprindo uma espécie de protocolo. Beijou, o clima esquentou, tira a roupa, uma baguncinha de mãos e bocas, o cara me chupa, eu gozo (ou finjo - não mais!), aí ele tá liberado pra penetrar (de camisinha, lógico - batalha que aliás rende tema pra outro post), gozou, cabô. Missão cumprida! Como se o ato sexual precisasse seguir uma ordem pré-determinada e só valesse se chegasse sempre ao mesmo gran finale: a ejaculação do TODO-PODEROSO FALO. Porque essa sim nunca pode faltar! Afinal “homem que não se satisfaz em casa vai procurar na rua”, não é mesmo? ???? (Contém ironia) ㅤ A gente cresceu acreditando que o sexo é uma necessidade fisiológica apenas dos homens e foi pouco estimulada (pra não dizer muito reprimida) a descobrir os caminhos do nosso próprio deleite. E quando a gente não sabe o que quer, quando a gente não sabe do que gosta, qualquer porcaria serve. Mas CABÔ esse negócio de se contentar com mixaria, hein??? ㅤ Eu já entendi que posso, quero e mereço explorar todas as possibilidades de prazer que meu corpo oferece, do jeitinho que ele é, e quero muito que você consiga desfrutar essa plenitude também! Como canta a maravilhosa @flaira_ferro “Não tem coisa mais bonita nem coisa mais poderosa do que uma mulher que brilha, do que uma mulher que goza!”. ???? ㅤ Tô querendo instituir aqui no meu Instagram a SEXYta-feira! Um dia oficial pra gente falar de sexualidade, afinal isso tem tudo a ver com amor-próprio e com liberdade, ou seja, tudo a ver comigo! Que tal??? ???????????? ㅤ Bota aqui nos comentários a sua dúvida, o seu desabafo, a sua sugestão de tema pra eu abordar! ㅤ OBS: Foto meramente ilustrativa. Não costumo passar batom vermelho pra transar. ???? ㅤ #sexytafeira #marianaxavier #prazer

Uma publicação compartilhada por Mariana Xavier (@marianaxavieroficial) em