Nem Te Conto

Ex de Tom Veiga revela por que não foi ao velório e pede: 'Vamos exumar para ter certeza'

Segundo Cybelle Hermínio, ela se sentiu acuada em ir ao enterro do ator

Redação iBahia

A morte de Tom Veiga ainda parece mal explicada, pelo menos é o que acredita a família dele. A última mulher do ator que interpretava Louro José, Cybelle Hermínio, voltou a falar sobre as acusaões de agressão e envenenamento contra ela. 

"Em relação ao envenenamento... Não tenho o que falar. A única coisa que falaria é: vamos exumar, gente. Ué. Vamos exumar, então, pra ter certeza!", afirmou.

Cybelle ainda explicou porque não foi ao velório do então marido, que morreu no ano passado. "Não fui porque aqui no Rio [de Janeiro], no dia da morte, no dia do [reconhecimento do corpo no] IML [Instituto Médico Legal], no dia do velório, passei por situações. Tanto com amigos, quanto com a família. Me senti completamente acuada. Existe, inclusive, um registro sobre isso. Tudo vai para o processo. Me senti insegura de ir para São Paulo sozinha e o que eu poderia passar por causa dessas pessoas", disse ela em Stories publicados no Instagram.

Suspeita de envenenamento

A família de Tom Veiga, intérprete do Louro José, suspeita que o ator tenha sido envenenado. Por conta disso, os familiares chegaram a pedir a exumação do corpo de Tom para confirmarem o verdadeiro motivo da morte.

Além disso, a família teve acesso a áudios e fotos de Tom em que afirmava ter sido agredido por Cybelle. A ex-mulher estava no testamento do ator e, segundo a coluna de Léo Dias, 20 dias antes de morrer ele tentou tirar o nome dela do inventário.