Nem Te Conto

Ex-marido rebate Stefhany Absoluta após acusações: 'Mentirosa e só quer fama'

Casal terminou o casamento de três anos em outubro do ano passado em pé de guerra

Agência O Globo
- Atualizada em

O empresário Roberto Cardozo, o ex-marido de Stefhany Absoluta, cantora que ficou famosa em 2009 com o hit "Meu crossfox", publicou um vídeo para rebater as acusações dela feita em um programa de TV no último domingo, de que teria a mantida em cárcere privado.

Foto: Divulgação

"Nunca coloquei Stefhany em cárcere privado. Não sei como uma pessoa se diz cristã, anda com a bíblia, louva a Deus. Você quer é fama, quer aparecer em televisão. Ela é uma profana da palavra de Deus e mentirosa", diz ele no vídeo publicado em seu canal no Youtube nesta terça-feira.

Stefhany, de 27 anos, e Roberto, de 53, terminaram o casamento de três anos em outubro do ano passado em pé de guerra, com o empresário acusando a cantora de roubo e abandono de lar. Stefhany, por sua vez, processa o ex-marido por calúnia e difamação e pediu uma medida protetiva pela Lei Maria da Penha para que ele não se aproxima dela.

'A mãe ensinou ela a chorar na mídia', afrima o empresário

No novo vídeo, Roberto nega ainda que tenha vendido a Mercedez no valor de R$ 60 mil que havia dado para a cantora como presente de casamento. "Não tomei a Mercedes. Ela que queria vender o carro para comprar a casa. Vendi a pedido dela", afirma ele.

O empresário ainda faz novas acusações a Stefhany e a ex-sogra: "A mãe dela ensinou ela a chorar na mídia. Eu ficava horrorizado com as duas, dizia que elas estavam mentindo para o publico, e elas diziam que era trabalho".

'Tinha medo de morrer', diz cantora

Em entrevista ao programa de Rodrigo Faro no último domingo, Stefhany voltou a afirmar que a mãe dela foi ameaçada por Roberto e que temia que ele fizesse algo com as duas.

"Vivi momentos felizes, mas a maioria foi de medo. Um tempo aterrorizante para mim. Só de falar, eu fico tenso. Lembro que eu botava a minha filha no colo e ficava a noite inteira acordada com medo de acontecer o pior comigo. Ele é muito agressivo, ignorante. Tinha medo de morrer", disse ela.

Por fim, o ex-marido voltou a acusá-la de ter abandonado a casa em que eles moravam no Recife e levado a filha deles.

"Ela abandonou a casa aqui em Recife no dia 10 de outubro. Mandei 29 áudios para ela, querendo saber o que estava acontecendo. O que ela me respondeu foi que estava prestando uma queixa contra mim e alugando um apartamento para ela. Ela me levou para a Lei Maria da Penha. Nunca bati nela, nunca empurrei ela, e ela prestou uma queixa de medida protetiva no dia 17 de outubro, em que eu não posso me aproximar dela 300 metros. Depois, ela voltou na casa. Ela disse que eu tinha mantido ela em cárcere privado e tinha tomado a chave da casa. E ela abriu a casa com o que? Ela levou tudo da casa, fogão, ar-condicionado, tudo", disse.

Roberto encerra o vídeo afirmando que já entrou com o pedido de divórcio e diz que vai respeitar a decisão da Justiça para que ele possa ver a filha e pagar a pensão alimentícia da menina, de 2 anos.