Nem Te Conto

Família de Safadão recebe ataques virtuais de famosos, diz colunista

De acordo com Leo Dias, o processo começou no fim do ano passado, mas ganhou força depois que a mãe de Safadão, dona Bill, resolveu tomar à frente das investigações

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

No último final de semana, um processo que envolve a família de Wesley Safadão, foi descoberto através do Jornal O Dia. O caso, que corre em segredo de Justiça na 7ª Vara Criminal do fórum, em Fortaleza, é sobre a ação movida por Wesley Safadão e sua mulher, Thyane Dantas, contra mais de uma centena de haters com mensagens de ódio.

Foto: Reprodução | Instagram
De acordo com Leo Dias, o processo começou no fim do ano passado, mas ganhou força depois que a mãe de Safadão, dona Bill, resolveu tomar à frente das investigações. Dona Bill gastou mais de R$ 500 mil contratando uma empresa para descobrir o IP, que é uma especie de identidade dos computadores e celulares de onde partiram os ataques.

A mãe de Safadão chegou a propor a diversas pessoas que entregassem seus celulares para a polícia em troca de redução da pena. Com os celulares em mão, a polícia encontrou gente que passava informações privilegiadas da família de Safadão e estimulava os haters a postarem mais e mais ataques. São conversas de WhatsApp, áudios e e-mails. Tudo foi registrado em cartório por dona Bill. E tem mais: famosos estão na lista. 

Ainda segundo o colunista, o advogado do artista descobriu que cantores e empresários estavam entre os que incitavam o ódio. Além disso, blogueiras e influenciadores digitais prestaram depoimento na polícia, mas todos negaram qualquer tipo de envolvimento com os ataques sofridos pela família de Safadão. 

A maioria das contas nas redes sociais que fizeram os ataques, já foram desativadas ao longo da investigação. Os ataques, por sua vez, diminuíram consideravelmente, mas a família do cantor quer levar o processo até o fim.