Nem Te Conto

Felipe Neto revela estar sem tempo para transar: 'tá difícil'

Humorista falou também sobre as postagens contra Jair Bolsonaro

Redação iBahia, com Agência O Globo

Felipe Neto tem 30 anos, 27 milhões de inscritos no YouTube, 8 milhões de seguidores no Instagram. Desde as eleições, o humorista tem usado seus perfis, principalmente no Twitter, para dar sua opinião contra o presidente eleito, Jair Bolsonaro.


Em entrevista ao jornal 'O Globo', Felipe falou sobre as dezenas de tweets contra o candidato, a estreia de seu novo programa sobre games e até fez uma revelação sobre a vida amorosa. Confira:

Como será o “The final level show”?

Uma disputa em 12 episódios entre convidados famosos, como Kelly Key e Kleber Bambam, que não necessariamente manjam de games.

Seu público é de crianças e adolescentes. Não é ruim falar de política?

No YouTube, me limito a fazer humor. Mas nas redes sociais, me posiciono mesmo. Não suporto autoritarismo e censura. Seja qual for o governo, se flertar com o autoritarismo, serei contra.

Perdeu fãs ou ganhou haters por isso?

São tantos inscritos que, se perdi, não notei. Não tenho medo de haters. Entusiastas do Bolsonaro são como fãs do Justin Bieber.

Não liga se falam mal de você? Faz terapia?

Faço terapia há anos, mas não por causa dos haters. Com eles, lido desde os 22, quando virei youtuber. O que me incomoda é fake news.

É verdade que você trabalha tanto que mal tem tempo de transar?

Tá difícil mesmo (risos). Falta tempo para tudo, até para isso. Mas a Bruna (Gomes, sua namorada) é paciente, e a gente dá um jeitinho de conciliar as coisas.