Nem Te Conto

Fernanda Lima relembra morte do pai: 'berrava para tudo'

Cleomar Lima não resistiu às complicações da Covid-19 e faleceu em julho de 2020

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Fernanda Lima "voltou no tempo" para falar de um assunto bem delicado. A atriz relembrou a morte do pai, Cleomar Lima, em julho de 2020. A esposa de Rodrigo Hilbert revelou, em entrevista ao canal do Youtube de Astrid Fontenelle divulgada na segunda-feira (21), que passou um tempão gritando no meio do mato após receber a notícia.

"Todo mundo sabe que perdi meu pai. Foi um processo bastante doloroso. Durante esses quatro meses, durante toda essa tortura que a gente passou, andava todo dia no meio do mato sozinha e gritava, de verdade. Eu berrava. Para todos os recursos que eu pudesse ter. E também para ele", declarou.



Na ocasião, Fernanda relatou que teve medo de parecer fraca. "Eu chorava, mas eu chorava um choro primitivo. Aquele choro que você só consegue chorar sozinha. Óbvio que o Rodrigo me deu muito colo. Minha família foi muito importante. Mas você chora e uma hora tu para. Porque tipo: 'Ah, não ou ficar aqui chorando na frente de todo mundo'. Dava uma vergonha chorar", disse.