Nem Te Conto

Filho de Luciano Huck e Angélica é internado após sofrer acidente de lancha

Em seu Instagram, o apresentador chegou a registrar o passeio em família

Agência, O Globo
- Atualizada em

O filho mais velho dos apresentadores Angélica e Luciano Huck se acidentou durante um passeio de lancha em Ilha Grande, na Costa Verde do Rio, na tarde de sábado. Joaquim, de 14 anos, está internado no Hospital Copa Star, da rede D'or, em Copacabana, onde chegou em estado grave após passar pela na emergência pediátrica do Copa D'or.

Luciano chegou de helicóptero ao hospital por volta de meia-noite e está acompanhando os procedimentos. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do menino e nem sobre como se deu o episódio. Em nota, o Copa Star afirmou não ter autorização para falar sobre o caso. Segundo o Corpo de Bombeiros, os militares não foram acionados para nenhum acidente envolvendo lanchas na baía de Ilha Grande neste sábado.

Em seu instagram, o apresentador registrou o passeio realizando stories em que a família, na lancha, observava uma baleia que estava no mar. "Olha Joaquim, olha, Beni, está vendo, Eva? Está mais pertinho, bem devagarzinho e está super calminha, hein. Nós somos os Whale Watchers da Ilha Grande", diz o apresentador em um momento do vídeo. Além de Joaquim, o casal é pai dos pequenos Benício, de 11 anos, e Eva, de 6.



No mês passado, Huck viajou com o filho mais velho para a Coreia do Sul. No seu perfil em uma rede social, o apresentador publicou uma foto em que aparece com o jovem e outros adolescentes coreanos ao fundo. "Coreia do Sul. Que país incrível. A transformação veio pela prioridade absoluta nos investimentos em educação e tecnologia. Belo exemplo", postou Huck em uma das publicações.

Outro susto há quatro anos

Em maio de 2015, a família viveu outro episódio que causou um grande susto. Uma aeronave de pequeno porte que carregava Huck, Angélica, os três filhos e duas babás fez um pouso forçado na área de uma fazenda a cerca de 30 km de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. A tripulação era composta por um piloto, Osmar Frattini, e um copiloto, José Flávio de Sousa Zanatto. Eles sofreram escoriações leves.

A aeronave tinha decolado de Estância Caimam, em Miranda, perto de Bonito, e seguia para a capital do estado. Perto da aproximação para o pouso, às 10h52, o piloto avisou à Torre de Controle que estava em situação de emergência e que faria o pouso forçado.