Nem Te Conto

'Filtraria mais as coisas que eu falo', diz Ivy sobre segunda chance no 'BBB'

Ex-sister aproveitou ainda para falar sobre a sua estratégia que usou para votar durante o jogo

Agência O Globo
- Atualizada em

Recém eliminada do ‘Big Brother Brasil 20’ com 74,17% dos votos, Ivy refletiu sobre o comportamento que teve dentro da casa. Em entrevista à Globo, a décima quinta eliminada que ficou entre os ‘top 6’ participantes do programa, disse que teria mais cuidado com o que fala se tivesse uma nova chance no reality.

Foto: Reprodução | TV Globo

“Eu filtraria mais as coisas que eu falo. Pensaria mais antes de falar. Me entregar eu me entregaria da mesma forma porque eu sou assim. Mas eu procuraria ter mais propriedade e conhecimento para falar de algo, justamente para não machucar ninguém lá dentro nem aqui fora.”, disse a morena.

A ex-sister aproveitou ainda para rever a estratégia que usou para votar durante o jogo. “O Babu teve uma atitude da qual eu não gostei que foi a maneira como ele se exaltou em uma discussão. (...) O meu erro foi que eu deveria ter usado esse motivo para votar na primeira, segunda vez, mas não o tempo todo. Só que como eu já tinha votado nele uma vez, ficou confortável continuar votando para não mudar meu voto e acabar machucando mais alguém no jogo”, confessou Ivy, que só mudou de estratégia nas últimas semanas.

“Quando a gente teve a conversa na cozinha e ele [Babu] me mostrou quantas vezes eu tinha votado nele, eu me dei conta disso. Pensei: ‘Fui para o paredão uma só vez e me doeu tanto; ele foi direto. Por que ainda estou votando nele se falei que a nossa relação tinha melhorado?’ Por comodidade. (...) Quando fui líder, considerando isso e também que ele era uma pessoa muito forte, já que tinha voltado de tantos paredões, votei na Thelma, que era a segunda pessoa menos próxima de mim na casa, mas de quem eu gosto muito também”, revelou.

Agora, a modelo revela estar focada em rever o filho de três anos. "Eu estou com sede de ver meu filho! Estou com muita saudade. Também quero abraçar minha mãe e falar para ela que está tudo bem, porque minha mãe é bem apavorada também, assim como eu [risos]".