Nem Te Conto

Fiuk afirma que tenta não olhar críticas negativas na internet

"Só vejo coisa boa", disse ator, que foi criticado por conta das últimas cenas na novela

Agência O Globo

Na reta final de “A força do querer”, Fiuk protagonizará cenas de forte teor dramático na TV. Depois de atirar em Zeca (Marco Pigossi) e ficar foragido da polícia, o rapaz vai travar grandes discussões em família, em especial com o pai Eugênio (Dan Stulbach), para quem vai dizer: “Você acha que é fácil ser traído? Pergunta para a minha mãe”. A tensão chegará ao limite no último capítulo do folhetim, quando o personagem voltará a encarar seu rival, numa sequência gravada no mesmo rio em que os dois se conheceram, no Pará, ao lado do índio misterioso que os uniu.

O trabalho árduo não assusta Fiuk — nesses dias, as gravações têm se estendido das 9h às 21h. A exposição também não amedronta. Como frisou em entrevista ao EXTRA, o paulistano quer mesmo dar a cara a tapa. Ele nunca se espanta com as críticas negativas, ressalta. “O jogo da novela é esse: um gosta, e outro não gosta”, justificou. Quando fez o teste para o papel na trama das 21h, mal sabia que disputava uma vaga como protagonista. Foi melhor assim, o ator considera.

— Não sabia que ganharia esse papel. Me falaram que era um personagem legal e tal, mas eu não sabia que tinha tanta importância. Fico até contente que não me falaram nada. Acho que não dá para entrar em cena pensando no tamanho do personagem para história, né? Acho que isso não tem nada a ver com a cena. Cada personagem tem a sua história. Sou completamente leve e tranquilo quanto a isso — avalia.


Nesta semana, o ator arrematou o troféu de Melhor Ator de TV de 2017 no Prêmio Jovem Brasileiro. Na cerimônia apresentada por Wanessa Camargo, ele agradeceu: “É muito importante receber um prêmio assim, ainda mais no momento em que estou. Estou me sentindo tão especial, é tão bonito isso”. As redes sociais, no entanto, reagiram de outra forma: no Twitter, dezenas de montagens e memes questionaram, mais uma vez, o desempenho do ator. Fiuk não dá atenção.

— Só vejo coisa boa. Não fico procurando coisa ruim, não. A internet dá poder a qualquer um. Há vários mascarados que falam, às vezes, o que não pensam, e arranjam uma forma de te atacar por uma infelicidade própria, sabe? — justifica, relembrando um caso triste: — Tem um cara na internet que me zoou muito há um tempo atrás... Depois de um tempo, conheci alguém que conhecia o cara e que me contou que o sonho dele era ser ator. Que louco, né!? Ou seja, ele não conseguiu realizar um sonho, me viu estourando em “Malhação” e pensou: “O Fiuk é um filho da mãe! O moleque é filho do Fábio Jr, tem uma banda de rock e está lá? Ah, ele é um merda!”.

Desde então, o receio com a web é cada vez maior: — Nas minhas páginas, só leio comentários em que as intenções são legais. Sou completamente aberto a críticas. Mas críticas construtivas! Uma coisa é quando você fala algo para alguém que você gosta, e sente que a pessoa quer te ajudar. Outra, é quando vem qualquer merda para você dizer algo e está claro que a pessoa só quer te ofender. A internet tem esses dois mundos — afirma, voltando a repetir: — Estar na televisão é dar a cara a tapa. Afinal, estou entrando na casa das pessoas. Atuar é isso, né?


O próprio pai Fábio Jr. já não tece avaliações detalhadas para Fiuk. No início da carreira de ator, o jovem de 26 anos ouviu dezenas de críticas incisivas do artista, que demorou a entender o estilo informal do filho, com as roupas rasgadas e o cabelo desgrenhado. Hoje, Fábio Jr. é mais ameno com as palavras.

— Já passamos essa fase de críticas. Hoje em dia, somos tranquilos. Ele critica, mas já não é mais aquela coisa “ahhhhh” de pai. Hoje ele já me aceita e me admira do jeito que sou. É uma troca muito legal. Acho até que sou mais chato com ele hoje do que ele comigo — revela.

Assim que terminar “A força do querer”, Fiuk se dedicará a uma turnê musical do novo disco. Intitulado “Amor”, o trabalho foi composto antes mesmo da novela, sem vínculos com gravadoras. A capa do CD já está definida: será uma foto da mão do galã, onde há a palavra amor tatuada.