Nem Te Conto

Gil revela ter sofrido primeiro ataque homofóbico após BBB21

Em áudio, conselheiro do Sport disse que ex-bbb "não tem vergonha na cara"

Redação ibahia (redacao@portalibahia.com.br)

O ex-bbb Gilberto Nogueira revelou ter sofrido o primeiro ataque homofóbico desde que saiu do Big Brother Brasil. O economista desabafou sobre o ocorrido no Twitter e recebeu o carinho de amigos e fãs.

"Posso garantir, ainda machuca MUITO! Mas sigo firme e providências serão tomadas", disse o pernambucano. Gil ainda reforçou como o preconceito machuca: "Tirando o dia off para não perder minha alegria por tudo que venho vivendo...... É muita dor!".

O ataque veio de Flávio Koury, conselheiro do Sport - time pelo qual Gil torce. Em tom homofóbico, ele criticou a dança do ex-bbb realizada no dia em que o pernambucano foi homenageado pelo clube. Na ocasião, Gil parecia super feliz e até postou foto no Instagram. Confira:

"Aqui nasceu a leãozada, derivação da cachorrada. A mordida mais potente do Brasiiiiil", escreveu | Reprodução: Instagram

Segundo o Globo Esporte, em áudio vazado, Koury diz: "Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou no bordel, ou onde ele quisesse, eu não estava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro, né rapaz. Isso é uma desmoralização. Isso é ausência de vergonha na cara". 

Após twittar sobre a situação, ele foi acolhido com mensagens de apoio. "Fica firme lindão!!! Você é luz", escreveu seu colega de confinamento Arthur Picoli. "Não deixe que nada disso lhe abale, és um cara íntegro, guerreiro e que só merece coisas boas! Pra cima, Gil! Tem muita gente que te ama. Tmj mlkote", comentou o também ex-bbb Felipe Prior.

Durante o BBB21, Gil contou um pouco sobre a sua história e dificuldade de aceitação. O programa serviu como uma verdadeira libertação para o economista, que prometeu que seria ele mesmo quando saísse da casa.