Nem Te Conto

Globo dá 15 dias para Aguinaldo Silva salvar novela acusada de plágio

Em meio a confusão a Globo adiou as gravações da trama com receio de que uma decisão judicial coloque a produção a perder

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
Aguinaldo Silva recebeu um ultimato da Globo. Após ser acusado de plágio por conta da sua próxima novela, 'O Sétimo Guardião', que já tinha confirmada em seu elenco as atrizes Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral, o autor ganhou um prazo de 15 dias para salvar a trama. 
(Reprodução: Instagram)
Segundo o colunista Daniel Castro, do site 'Notícias da TV', Aguinaldo terá duas semanas para conversar com os estudantes de roteiro e tentar negociar a liberação do plot para as telinhas. Caso não consiga entrar em acordo, o horário nobre da Globo em 2018 será ocupado por João Emanuel Carneiro. 
Entenda o caso Aguinaldo Silva foi acusado de plágio pelos alunos da turma de 2015 do workshop realizado anualmente pelo autor, o MasterClass. Os alunos alegam não terem recebido dinheiro pela participação na elaboração da sinopse da obra, além do uso indevido do material, que não foi previamente determinado na assinatura do contrato. De acordo com o pernambucano, o propósito do curso era construir uma sinopse e o primeiro capítulo de uma novela, para os alunos aprenderem como é o  processo de produção de uma trama.Sobre o uso do material elaborado na oficina  para ser transmitido nas telinhas, Aguinaldo afirma que cada aluno foi informado no contrato de participação do workshop. 
Em meio a confusão a Globo adiou as gravações da trama com receio de que uma decisão judicial coloque a produção a perder.