Nem Te Conto

Gracyanne Barbosa fala de preconceito, assédio e convivência com netas de Belo

Musa fitness representa o país em eventos internacionais, é símbolo do carnaval e garota-propaganda de inúmeras marcas

Kátia Gonçalves, da Agência O Globo

Aos 16 anos, ainda com o corpo magro, sem os músculos que impressionam a cada clique, e com longos cabelos pretos, Gracyanne Barbosa era aprovada no vestibular para cursar Direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente, 19 anos depois, ela se consolidou como a grande musa fitness brasileira, representa o país em eventos internacionais, é símbolo do carnaval e garota-propaganda de inúmeras marcas. Se ela daria algum conselho para a ainda adolescente que saiu de casa, no Mato Grosso do Sul, para estudar no Rio? Não desistir, mas aproveitando a vida:

Gracyanne conta que é chamada de "vovó" pelas netas de Belo. (Foto: Higor Almeida/Divulgação)

"O conselho que levo para a vida, que é jamais desistir! Dificilmente me arrependo de algo, sou muito intensa, quando faço alguma coisa é para valer. Mas um conselho seria viver um pouco mais, aproveitar a vida e as pessoas que amo. Falando mais claramente, trabalhar menos".

Com a agenda lotada, Gracyanne conta que não consegue ter uma rotina e, surpreendentemente, não tem dia certo para malhar. Porém, nunca descuida da alimentação:

"Não consigo ter uma rotina, não tenho dia certo para treinar por conta das viagens a trabalho, mas mantenho minha alimentação saudável. Quando posso faço massagem, fisioterapia e aulas de alongamento, dança e pole dance. Meu treino de musculação dura, em média, 1h e faço 1h de cardio diariamente".

Gracyanne Barbosa diz que ainda é vítima de preconceito. (Foto: Higor Almeida/ divulgação)

Gracyanne e o marido, Belo, deixaram o Rio de Janeiro e se mudaram para São Paulo no final de 2016. A decisão foi tomada para facilitar a logística da agenda da modelo, que precisava embarcar semanalmente para diversas cidades e outros países. Morando no bairro nobre dos Jardins, o casal divide uma casa com os filhos do pagodeiro, Paulo e Ingrid, a neta e a mãe de Belo, além de duas funcionárias.

Gracyanne se considera avó dos netos de Belo e faz questão de chamar Alice, Rafaelli e Haney de "netinhas".

"Posso dizer que 2018, foi um ano incrível! Cheio de novidades, surpresas, trabalhos, pude passear, conhecer lugares e pessoas novas, estar mais próxima da família, acho que conviver mais com as nossas netinhas foi uma grande conquista. Porque trabalhamos tanto, às vezes, não vemos muito e poder ver a mudança e o desenvolvimento delas é muito gratificante! Ficou faltando tirar férias, mais uma vez", se diverte a modelo, que completa:

"São três netinhas linhas, todas me chamam de vovó. Amo quando elas me chamam assim fico toda derretida".

Sobre a vida em São Paulo, Gracyanne conta que a cidade permitiu que ela trabalhasse o dobro, além de ter começado a fazer aulas de pole dance:

"Comecei a fazer aulas que nunca imaginei, como o Pole Dance, conheci muitos profissionais que contribuem muito no meu dia a dia e consigo trabalhar o dobro. Claro que sinto muita falta da minha cidade maravilhosa, das praias, sol, sempre que posso estou lá, para matar a saudades de casa, mãe, cachorros e amigos".

Famosa e bem sucedida, Gracyanne revela que ainda sofre com o preconceito:

"Já sofri preconceito e às vezes ainda passo por isso. Hoje em dia menos, acho que as pessoas estão aprendendo a não julgar os outros pela aparência ou por aquilo que acham ser. A maioria fica surpresa, porque, segundo elas, não estão acostumadas a verem artistas acessíveis, que interagem e entram nas brincadeiras. Eu sou muito tranquila, tento sempre levar tudo na esportiva, quando saio de casa para ir aos eventos, peço a Deus para que eu consiga levar amor e alegria as pessoas, que todos possam sair de lá, com um sorriso no rosto".

A foto "#bumbumnanuca", na qual Gracyanne deixa mulheres e gays posarem com as mãos próximas ao seu glúteo, virou a marca registrada da modelo nos eventos pelo país. Em julho desse ano, um fã deixou a ex-dançarina irritada quando durante o clique, colocou a mão no bumbum dela.

"Minha relação com meus fãs é a melhor possível, alguns frequentam até minhas casas (em SP e no RJ), outros se tornam amigos da minha família e todos são presentes de Deus na minha vida. Esse ano aconteceu um “episódio” quando um engraçadinho faltou com respeito e chegou a pegar no bumbum, mas logo o respondi e acabei com a “brincadeira”.

Belo também entrou no mundo fitness. Tendo a mulher como grande incentivadora e exemplo, o músico mudou o corpo e já impressiona seus seguidores no Instagram com os músculos. O pagodeiro decidiu começar a malhar em 2015, no ano seguinte já tinha conseguido ganhar 7kg de massa muscular. Gracyanne fala com orgulho do marido:

"Meu Tudão é um grande exemplo de que quando se quer, faz acontecer. Tento incentivar a todos que estão a minha volta, mas deixo as pessoas livres para fazer suas próprias escolhas e serem felizes com elas. Assim foi com o Belo. Hoje o vejo novinho, com muito mais disposição, dedicado, fico todo boba e orgulhosa, vejo como ele está bem em todos os sentidos, sem duvidas isso me deixa muito feliz. Eu posso até ter incentivado, mas o mérito é todo dele e da sua dedicação".

O ano acabou de começar, mas Gracyanne já está se preparando para o carnaval. No Rio, ela desfilará pelo segundo ano seguido como rainha da bateria da escola União da Ilha:

"O carnaval é a festa mais linda do planeta . Amo o carnaval e tudo o que está a sua volta, preparação, ensaios, o contato com a comunidade. A União da Ilha, foi uma escola que me acolheu com tanto amor, tanta alegria, isso faz de nós uma grande família. Quando chega dezembro a ansiedade chega junto também, não vejo a hora de pisar na Sapucaí e fazer um lindo desfile com a escola. A fantasia? Hum, prefiro não falar pra não estragar a surpresa (risos), mas garanto que vocês vão gostar".

Em março desse ano, o Centro Acadêmico Cândido de Oliveira (CACO), da Faculdade nacional de Direito, da UFRJ, criou uma coleção de camisetas chamada "Ilustríssimos", que honra grandes nomes que passaram pelo curso. Entres os rostos que estampam as camisas está Gracyanne Barbosa, além de Clarice Lispector, Vinícius de Moraes e Jorge Amado.

"Eu fiquei muito surpresa e feliz com a homenagem! Quando vi a foto da camisa nas redes sociais me passou um filme na cabeça, é um carinho indescritível. Quero comprar pra mim e pessoas próximas, que fizeram parte dessa minha conquista, já entrei em contato em breve estará em casa", revela Gracyanne.