Nem Te Conto

Gusttavo Lima desiste de fazer lives após polêmica com Conar: 'Nos vemos em breve'

Ainda no Twitter, cantor fez um desabafo ao dizer que existem pessoas que preferem critica

Agência O Globo

Chateado com a repercussão do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) , que abriu uma representação ética contra a live do "Buteco do Gusttavo Lima" por propaganda irregular com bebidas alcoólicas, o cantor, conhecido como Embaixador, disse que vai parar com os shows ao vivo em casa. "Acho que não rola mais. Enfim, nos encontramos em breve", escreveu Gusttavo Lima, em resposta a um fã. 


O investimento dos cantores em lives, repleta de patrocínios, é um reflexo do momento em que a sociedade vive, como forma de prevenção contra o coronavírus. O Conar destaca os formatos inovadores de se fazer propaganda, mas considera que "ela deve ser conciliada com os princípios fundamentais da comunicação comercial do segmento, com a divulgação responsável de bebidas alcoólicas e sem fragilizar os cuidado para que não seja difundida ao crianças e adolescentes".

"Acho que o grande segredo da live é tirar o lençol do fantasma. Acho que uma live engessada e politicamente correta não tem graça. O bom são as brincadeiras, à vontade, levar alegria alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei live pra ser censurado", disse o cantor.

"A representação foi aberta a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores, que consideraram que as ações publicitárias carecem de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas. A denúncia cita a falta de mecanismo de restrição de acesso ao conteúdo das lives a menores de idade e a repetida apresentação de ingestão de cerveja, em potencial estímulo ao consumo irresponsável do produto", diz a nota.

Ainda no Twitter, Gusttavo Lima fez um desabafo ao dizer que existem pessoas que preferem criticar, em vez de observarem o que ele, e outros colegas, têm arrecadado para boas ações.

"Os artistas estão procurando uma forma de interagir com os fãs e com o público em quarentena por meio das lives. Estamos prestando um grande serviço social por meio dessas lives. Além de shows ao vivo, estamos arrecadando e fazendo doações para entidades e pessoas carentes que neste momento passam por extrema necessidade. Estamos dividindo as nossas intimidades, mostrando ao público como é nossa vida fora dos palcos, compartilhando momentos únicos! Àqueles que só criticam e não ajudam em NADA, vai um conselho: não precisam ajudar, mas não atrapalhem quem está procurando ajudar nossos irmãos necessitado", escreveu o cantor.

A Ambev também foi notificada pelo Conar. Em nota, a cervejaria reconheceu que em algumas lives as recomendações não foram seguidas, mas está reforçando todas as normas com os artistas patrocinados.