Nem Te Conto

Henrique e Juliano terão de pagar R$ 300 mil à família de funcionário morto

A dupla ainda terá de pagar uma pensão vitalícia no valor de um salário mínimo para os pais da vítima

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Os sertanejos Henrique e Juliano terão de pagar R$ 308,8 mil por danos morais, para a família do funcionário Carlos Barbosa de Souza, que morreu eletrocutado ao fazer a montagem de um palco, em fevereiro do ano passado em Uberaba, Minas Gerais. As informações são do G1 Goiás. 

A dupla ainda terá de pagar uma pensão vitalícia no valor de um salário mínimo para o pai e a mãe da vítima. 
Foto: Reprodução | Instagram 
O advogado que representa a dupla e a empresa WorkShow Produções Artísticas, Maurício Vieira de Carvalho, disse que o resultado era o esperado pela defesa. “Nós ficamos satisfeitos com o resultado do processo. A empresa prestou todo o apoio para a família desde que aconteceu o acidente e agora não seria diferente”, disse.
Do outro lado, a advogada da família de Carlos, revelou que o valor acordado não foi o que a família esperava, mas que decidiu aceitar para evitar desgastes. 
Vale ressaltar que os cantores Henrique e Juliano não compareceram à audiência, mas foram representados pelo advogado e outros dois funcionários.