Nem Te Conto

Hit baiano que fez Neymar dançar em 2011 ficou no passado

Membros da banda não convivem mais

Agência O Globo

Há oito anos, a música “Liga da Justiça” ou melô da Mulher-Maravilha foi o hit do carnaval baiano. A banda LevaNóiz levou o romance entre a heroína e o Super-Homem para o trio elétrico e ganhou o país com o axé-chiclete que caiu na boca de anônimos e famosos, como Neymar, que chegou a usar uma camisetinha com o símbolo do super-herói e aprendeu a dançar a coreografia.


A Leva Noiz não existe mais. Iniciado em 2007 como um expoente do pagode baiano, o grupo foi se desfazendo aos pouco. O líder, o vocalista André Ramon ainda se mantém na carreira musical, mas hoje ostenta a alcunha de o Rei do Swingado.


Se na época o sucesso colocou o Leva Noiz em todos os programas de TV e nas rádios, hoje André tem uma carreira mais modesta. Seu perfil no Instagram, por exemplo, não tem mais que 500 seguidores.

Cissa Chagas, que encarnou a primeira Mulher-Maravilha, atualmente é apresentadora de um canal no Youtube, casou e teve um filho. Ela foi a primeira a deixar a banda para tentar passar no concurso de delegada, mas não seguiu a carreira no Direito.


Milena Marques, outra das bailarinas que esteve desde o início é personal trainer e instrutora de FitDance, e também se casou. A folia ficou no passado do trio. Nenhum dos três convive mais e sequer se segue nas redes sociais.