Nem Te Conto

Isis Valverde fala sobre maternidade: 'Processo rico e solitário'

A atriz fala ainda de machismo e feminismo nos dias de hoje

Agência O Globo
Aos 32 anos, Isis Valverde se prepara para viver uma enfermeira em “Amor de mãe”. Os cabelos em tons avermelhados já são para sua próxima personagem que nasce depois que a própria atriz viu nascer seu primeiro filho, Rael.
Foto: Reprodução | Instagram
Personagem ainda em construção após várias que deram a ela o título de musa, mas que ainda a colocavam na prateleira de uma Lolita. A porção mulher agora estará mais presente do que nunca.
“Eu não gosto dessa ideia de que a maternidade anula a mulher. Porque isso não é real. É preciso haver espaço para as duas coisas. É um processo até entender como será a vida a partir daquele momento, que meus desejos, sonhos e vontades ainda estão ali”, analisa ela, que posou para a capa e um editorial da revista “GPS”.
Isis discorre sobre a vida após a maternidade e faz observações pertinentes sobre o momento mais sensível que teve até hoje. “É um processo muito rico, mas também pode ser doloroso e solitário. Afinal, a sociedade ainda tem dificuldade em acolher a mãe. E é preciso achar o próprio equilíbrio dentro da expectativa dos outros, do julgamento alheio, para não ficar extremamente preocupada com isso. Para entender quais são as opiniões que de fato importam”, reflete.
A atriz fala ainda de machismo e feminismo nos dias de hoje: “Acredito em direitos iguais para homens e mulheres. Machismo é a ideia de que os homens são superiores às mulheres. Já o feminismo fala da igualdade entre homens e mulheres. Vivemos em uma sociedade machista. E buscamos nossos direitos, a liberdade de sermos quem quisermos. Isso é tão importante”.