Nem Te Conto

Ivete Sangalo fala da alimentação e procedimentos estéticos

"Como arroz, como feijão, porque sou uma mulher muito grande, trabalho muito", disse a cantora

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Ivete Sangalo falou em entrevista à Revista 'Donna', que foi as bancas nesta semana, sobre os cuidados com o corpo e a pele. A baiana contou ainda o ritmo da alimentação regrada que leva. “Tenho hábitos de vida. Sou uma pessoa que acredita pouco nos modismos. Tenho uma coisa que é o estilo de vida que já está impregnado em mim. Sou uma pessoa que não bebe, não fuma; a minha alimentação é equilibrada e saudável. Mas não é saudável do estilo “amanhã pela manhã eu bato um suco verde””, disse.


E completou: “eu como a minha tapioca, meu cafezinho com leite – aí o leite é semidesnatado, sem lactose, aquelas frescuras todas (risos) -, mas eu realmente como na minha casa. Eu como arroz, como feijão, porque sou uma mulher muito grande, trabalho muito; se eu ficar comendo só uns negocinhos assim é capaz de eu parar no meio do caminho e desmaiar”.

Foto: Reprodução/Instagram


Quando o assunto foi procedimentos estéticos, a cantora disse ser muito disciplinada: “gosto muito de fazer massagem. Agora, fui também apresentada a um tal de Q10. Aí, meu amor, o negócio que antes balançava no samba agora no samba não balança mais (risos). Cuido muito da minha pele, tenho uma dermatologista que me dá as dicas. Jamais durmo de maquiagem. Bebo pelo menos quatro litros de água por dia, porque gosto. Agora, se prepare, porque são quatro litros de água versus uns 40 xixis por dia (risos). Mas é bom, é uma forma de você drenar, e saber o que você quer também é uma forma de ajudar na beleza. Sabe, se você acorda chatinha achando que tudo vai dar errado, isso meio que emperra a beleza, eu acho”.

Foto: Reprodução/Instagram


Ainda na publicação, Ivete conta como são os seus hábitos para conseguir cantar e dançar sem parar durante os shows. “Venho da cultura do Carnaval, então acabei aprendendo a cantar e a dançar no trio. Como cantora, nunca pensei em ser de outra forma. Tem a questão física, que eu trabalho também. Sou uma mulher de hábitos muito saudáveis. A única coisa em que fujo a essas regras é que eu perco a noite. Exceto por isso, a minha vida é toda regradinha, não porque eu sou cantora, mas porque eu sou assim mesmo. Me exercito e cuido da minha voz porque a voz é o meu instrumento. Eu fico apurando o meu ouvido e escutando outras interpretações”, contou.