Nem Te Conto

Jojo Todynho relembra época em que era camelô e teve mercadorias levadas

A artista relembrou uma ocasião em que teve as mercadorias levadas por um guarda municipal e ouviu do funcionário público uma frase polêmica

Agência, O Globo

Jojo Todynho, reconhecida como uma das funkeiras de maior expressão no país, já trabalhou como camelô nas ruas do Rio de Janeiro. A artista, que planeja iniciar um curso de graduação em 2019, relembrou uma ocasião em que teve as mercadorias levadas por um guarda municipal e ouviu do funcionário público uma frase polêmica.

"Comprei mercadoria para vender e o guarda municipal levou tudo. Aí tive que me desdobrar para pagar os outros, arrumar dinheiro emprestado para comprar mais mercadoria... mas Deus abençoou. O guarda ainda falou: 'Esse brinco vai ficar lindo na orelha da minha filha'.", disse ela, em entrevista a Rafael Cortez em seu canal do Youtube.


Foto: Reprodução

Na conversa com Cortez, Todynho confirmou que dormiu durante a entrevista de gravação para o documentário de Anitta para a Netflix, "Vai Anitta":

"Eu fiz três conexões. Fui de Manaus para Brasília, de São Paulo para o Rio, e depois fui gravar. O sono estava quebrando tudo. Com sono, a gente não brinca. Quando ele vem, ele te derruba. O irmão da minha amiga dormiu no volante, vindo do trabalho, e faleceu (...) O sono é devastador".