Nem Te Conto

Jonathan Couto entra em processo contra Letícia Almeida por calúnia e difamação

Procurado pelo EXTRA, Jonathan decidiu quebrar o silêncio após ser acusado pela atriz, que entrou na semana passada com uma notícia-crime contra ele por estupro e violência doméstica

Agência O Globo
- Atualizada em

Há cerca de dois meses, Jonathan Couto viu seu nome nas manchetes de jornais e sites. Teve seu perfil no Instagram bombardeado e ficou no meio de uma crise familiar. Tudo aconteceu após a ex-concunhada Letícia Almeida ter publicado que ele era, na realidade, o pai da filha dela. O ex-cantor e agora empresário, de 24 anos, preferiu não dar entrevistas e falar sobre o assunto. Até agora.

Foto: Reprodução | Instagram

Procurado pelo EXTRA, Jonathan decidiu quebrar o silêncio após ser acusado pela atriz, que entrou na semana passada com uma notícia-crime contra ele por estupro e violência doméstica. “Eu não quero expor ainda mais a intimidade da minha família. Mas além da minha defesa, vou entrar com um processo criminal por calúnia e difamação contra a senhora Letícia Almeida”, diz.

Prestes a ser pai pela terceira vez (o filho que Sarah, sua mulher, está esperando nasce na primeira semana de novembro), Jonathan não se altera ao falar sobre o momento familiar. “Como todo casal, estamos passando por uma dificuldade. Mas isso só vai nos fortalecer”, acredita ele, que trocou a carreira musical pela empresarial: “Aos 22 anos fui pai pela primeira vez. Aos 24, já sou pai de três. Estou praticamente no Guiness Book (o livro dos recordes)”.


Jonathan prefere não atacar a atriz e deixa o assunto nas mãos dos advogados. Perguntado sobre a filha que teve com ela, ele garante: “No que depender de mim, nada faltará a ela nem aos meus outros filhos. Me ofereci, inclusive, a arcar com algumas despesas mesmo com os processos correndo em juízo”.

Quatro processos envolvendo a família de Jonathan e Letícia correm na Justiça. O primeiro foi para a anulação de paternidade de Saulo Pôncio (o namorado de Leticia na época da gravidez) e reconhecimento de paternidade de Jonathan Couto, aberto pela atriz; o segundo sobre uso indevido de imagem, contra Leticia vindo da família Pôncio; o terceiro, dela contra Jonathan por estupro e violência doméstica, e agora o dele por calúnia e difamação. O imbróglio promete se arrastar. “Espero que no fim de tudo, a verdade apareça. A criança não tem nada a ver com tudo o que aconteceu. E, como pai, volto a dizer que tenho o mesmo amor por ela e meus filhos com a Sarah”.

Uma nota

Jonathan ainda enviou ao EXTRA uma nota sobre o processo. leia na íntegra

“Eu, Jonathan Couto de Souza, nego todas as acusações feitas pela Sra. Leticia Gomes Almeida da Silva contra mim e esclareço que estou tomando medidas judiciais na esfera criminal tanto para minha defesa quanto para exigir severa punição pelas calúnias contidas nas declarações. Para proteger a intimidade da minha filha, todas as questões que possam afetá-la direta ou indiretamente serão tratadas na justiça. Tenho a certeza que, a seu tempo, toda a verdadeira intenção que se esconde por trás das falsas acusações da Sra. Leticia Gomes Almeida da Silva será desvendada.

Atenciosamente, Jonathan”.