Nem Te Conto

Juju Salimeni abre o jogo e fala sobre solteirice, bissexualidade, umbanda e novo projeto

Em entrevista ao colunista Leo Dias, ex-Panicat ainda falou do término do seu casamento com Felipe Franco

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Conhecida por ter trabalhado sido 'Panicat' no programa ‘Pânico’ e também por ser uma verdadeira musa fitness, Juju Salimeni ganhou um programa para chamar de seu no canal "E! Entertainment Brasil". Batizado de 'Juju Boot Camp', o reality show da loira, que ainda não tem data para estrear, vai ser uma competição entre mulheres. 

Foto: Reprodução | Instagram 

O "Juju Boot Camp" era um sonho meu, um projeto que eu já tinha em mente há muitos anos, porque eu queria fazer um reality para mulheres. É uma competição entre mulheres, meio militar, que não tem como objetivo qual é a mais bonita, qual é o corpo melhor e, sim, aquela que vai conseguir passar pelos desafios tanto físicos quanto psicológicos. É uma coisa bem dura, bem difícil e eu até fiquei com dó das meninas! Além disso, as meninas que participaram têm perfis completamente diferentes: todas as idades, morena, loira, ruiva, magra, mais gordinha, mais cheinha, de todos os lugares do Brasil, então não precisa ser um exemplo de corpo sarado ou só fazer musculação, mas todas ali têm perfis completamente diferentes: todas as idades, morena, loira, ruiva, magra, mais gordinha, mais cheinha, de todos os lugares do Brasil, então não precisa ser um exemplo de corpo sarado ou só fazer musculação, mas todas ali têm uma noção de treino", disse a musa fitness em entrevista ao colunista Leo Dias. 

No bate papo ela ainda falou do término do seu relacionamento com Felipe Franco. Estou numa fase nova como se eu tivesse renascido, é tudo novo, mas eu jamais vou falar que a minha fase antiga do relacionamento foi horrível, afinal foram 14 anos juntos! Tudo foi um aprendizado, tiveram momentos maravilhosos, tiveram momentos muito complicados... como todo relacionamento, né? Não existe só perfeição, e chegou uma fase em que eu precisava seguir sozinha, que eu precisava sair do casulo", pontuou Juju. 

Ainda na entrevista, a musa fitness falou sobre sua bissexualidade e religião: "no fundo todo mundo tem curiosidade sobre umbanda e candomblé, tem interesse, mas infelizmente a ignorância no Brasil ainda é muito grande, muita gente leva para o caminho ruim, para a imagem ruim. É difícil você desmistificar, então nunca falei, prefiro não falar sempre, mas nunca nego. Sou filha de orixá, eu sou feliz assim. Acho que hoje tem muitas artistas que estão falando sobre isso: a Anitta, Ivete… e isso eu acho muito legal”.
"Sinto atração por mulheres sim, mas no sentido de admiração! Sei admitir e olhar para uma mulher e reconhecer que ela é linda. Na minha opinião, mulher é muito mais bonita do que homem, mulher tem uma beleza diferente”, afirmou.