Nem Te Conto

Juliana Knust diz já ensinou filho como agir em assalto

Agência O Globo

Juliana Knust é mais uma no time dos artistas que cogitam deixar o Brasil por conta da onda de violência. A atriz, que mora e trabalha no Rio de Janeiro, afirma que, preocupada com o bem-estar da família e com o dia a dia da cidade, já se imaginou mudando com seus dois filhos — Arthur, de 3 anos, e Matheus, de 7 — e o marido, Gustavo Machado, para outro país.

Foto: Sergio Baia/Divulgação

— Às vezes, vem esse pensamento. Para que meus filhos cresçam num lugar com o mínimo de segurança. Toda hora vemos assalto, pessoas matando... Quando saio com os meninos de carro, fico o tempo inteiro alerta. O mais velho já sabe que, se alguém nos abordar, ele tem que se soltar do cinto e sair tranquilo do carro. Já falei como ele tem que agir: “Descer da cadeirinha, sair e fazer o que o ‘moço’ mandar”. Sei que é triste eu pensar assim. É uma pena termos chegado a esse ponto — desabafa.

Aos 36 anos, a artista, que nasceu em Niterói, chegou a cogitar ir para a Europa, já que no continente poderia contar com parentes próximos:

— Penso mais em ir para lá do que nos Estados Unidos. Tenho família em Portugal, amigos que já foram para lá... Mas a prioridade sempre foi pensar em algum lugar legal para as crianças. Lá tem mais qualidade de vida, mais segurança. É claro que não deixaria o país agora que estou no ar (a atriz atua na novela "Apocalipse", da Record), mas pensamos nisso.