Nem Te Conto

Junior Lima relembra separação de Sandy em 2007: 'me sentia preso'

Após seguir um caminho diferente da irmã, o músico comentou sobre a mudança imediata na relação com sua família

Agência O Globo
- Atualizada em

Junior Lima contou mais sobre a trajetória musical na segunda parte do especial Sandy e Junior do canal ''Pipocando'', que apresenta ao lado de Bruno Bock. No vídeo, publicado na noite desta segunda-feira (22), o artista revisitou momentos da carreira ao lado de Sandy e, é claro, não deixou de comentar sobre as razões para a separação da dupla em 2007:

Foto: Reprodução/YouTube

"Sandy e Junior ficou grande demais e eu estava morrendo de vontade de ter outras experiências. Mas eu me sentia muito preso e quando começamos o planejamento daquele ano, nada me deixava muito contente e alegre. E ao olhar para a Sandy, percebi que ela estava com a mesma cara. Eu estava com um artista pulsando dentro de mim que não conseguia mostrar em Sandy e Junior."

Após seguir um caminho diferente da irmã, o músico comentou sobre a mudança imediata na relação com sua família. "Voltei a ter uma irmã e não uma companheira de trabalho. A gente ganhou uma qualidade na família. Eu tinha vida na época da dupla, mas depois do fim tive muito mais. Depois pude casar, ter filho... Antes família e trabalho eram muito misturados. Eu precisava desse respiro se não talvez começasse a enlouquecer", contou.

Além do recomeço com novos projetos, Junior lembrou também de momentos curiosos ainda na dupla, como o fato de ter aprendido a tocar saxofone uma semana antes do show no Maracanã, em 2002: "O saxofonista me ensinou o básico e logo consegui fazer um som legal. Então ele, perplexo, me convenceu a treinar para a apresentação no Rio. Fiquei tocando sax duas horas por dia em casa e, uma semana depois, fiz o solo de ''Cai a chuva' no Maracanã".