Nem Te Conto

"Justiça': Desabafo de Débora e encontro com estuprador emociona público

A professora perde o emprego por abandonar a sala de aula

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

O capítulo de quinta-feira (8) de 'Justiça' deixou o público sem fôlego. A trama, que a principio contaria a história de Rose (Jéssica Ellen), uma jovem negra que foi presa no dia que completou 18 anos por porte de droga, agora retrata o desejo de vingança da melhor amiga da estudante, Débora, interpretada por Luisa Arraes, que enfrenta uma luta contra o seu passado em busca do homem que a violentou. 

Débora não aceita que o homem que a violentou está solto (Reprodução/ Gshow)

O episódio começou com uma cena de Oswaldo (Pedro Vagner), que está lavando a fachada do prédio de Elisa (Débora Bloch), de olho na próxima vítima, uma estudante do condomínio ao lado, o pintor seguiu a jovem até a van escolar. A cena causou repulsa nos telespectadores. "Q HOMEM SEBOSO #Justiça", escreveu um internauta. "Ai meu Deus!! O INFELIZ vai fazer mais uma vítima!?", questionou outro.

Luisa Arraes recebeu vários elogios pelo show de atuação que deu na cena onde a sua personagem briga com o marido, Marcelo (Igor Angelkorte). Na sequencia, a professora relembra todo abusou que sofreu nas mãos de Oswaldo e afirma que não quer vingança, só quer justiça. "Cena maravilhosa da Luisa Arraes. E a iluminação sombria fez jus ao relato de Débora. #Justiça", pontuou uma fã. O parceiro de cena da atriz também a elogiou nas redes sociais. "A @LuisaCavArraes é uma gigante. Incrível #Justiça", escreveu Igor. 

Marcelo termina com Débora alegando que ela está obcecada com o passado (Reprodução/ Gshow)

Outro ponto alto do capitulo foi o romance de Rose e Celso (Vladimir Britcha). Após sair da cadeia, a jovem vive na situação de amante do traficante, já que Celso tem um relacionamento com Kellen (Leandra Leal), que ficou atenta ao romance dos dois. 

Celso é apaixonado por Rose antes mesmo da jovem completar 18 anos e ir para cadeia (Reprodução/ Gshow

O ápice do capítulo foi quando Débora recebeu uma mensagem da melhor amiga afirmando que havia encontrado o homem que a violentou. A professora abandonou os seus alunos na sala de aula e correu para verificar a informação. Ao chegar no local, Débora afirma que o homem espancado por Celso não é o mesmo que a estuprou. Com pena, a jovem leva o moço para casa, sem imaginar que ele iria roubar seus pertences. 

O episódio termina com Débora sendo demitida por ter abandonado os alunos no meio da aula. A jovem leva um susto após ser quase atropelada por Elisa (Debora Bloch), e acaba passando por Oswaldo, mas não percebe.