Nem Te Conto

Lázaro Ramos homenageia aniversariante Taís Araújo

Ator parabenizou a mulher, que completa neste sábado 39 anos

Redação Correio 24 horas

O ator Lázaro Ramos homenageou a mulher, Taís Araújo, que completa 39 anos neste sábado (25). Os dois são casados desde 2011 e têm juntos dois filhos. 

Lázaro postou nas redes sociais uma foto em que aparece abraçado com Taís. "Hoje é seu dia, meu amor. Feliz aniversário! Você é gigante. Te amo", escreveu na legenda.

A própria Taís postou um vídeo reunindo várias fotos suas, desde crianças. "Tempo, só peço saúde", escreveu ela.

Sr. Tempo, só te peço saúde!

Uma publicação compartilhada por Tais Araújo (@taisdeverdade) em

Racismo

A atriz esteve em foco esta semana depois que fez uma palestra falando sobre racismo. Mãe de João Vicente, de 6 anos, e Maria Antonia, de 2 anos e 7 meses, a artista falou sobre “Como criar crianças doces num país ácido” durante palestra TEDx São Paulo.

“Eu vejo diferença entre criar meninos e meninas. Gênero é uma questão. Porque, quando engravidei do meu filho, fiquei muito aliviada de saber que no meu ventre tinha um homem. Porque eu tinha a certeza de que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas por nós, mulheres. Teoricamente, ele está livre. Certo? Errado”, iniciou.

A atriz lamentou que o filho pode ser alvo de preconceito por conta de sua cor. “Errado porque meu filho é um menino negro. E liberdade não é um direito que ele vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator. Mesmo com 6 anos de idade. Quando ele se tornar adolescente, ele não vai ter a liberdade de ir para sua escola, pegar uma condução, um ônibus, com sua mochila, com seu boné, seu capuz, com seu andar adolescente, sem correr o risco de levar uma investida violenta da polícia. Ao ser confundido com um bandido. No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e blindem seus carros. A vida dele só não vai ser mais difícil que a da minha filha”, disse.

Tais aproveitou ainda para falar sobre a filha e detalhou preocupações diferentes que possui com a menina: “Com a Maria Antônia eu me pego pensando o tempo inteiro em como nós mulheres somos criadas para agradar. O quanto nos silenciam e o quanto nos desqualificam o tempo inteiro. Quando penso o risco que ela corre simplesmente por ter nascida mulher e negra, eu fico completamente apavorada”, disse.

A atriz foi alvo de vários ataques depois de sua fala - o presidente da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), Laerte Rimoli, foi um dos que ironizaram os comentários de Tais.