Nem Te Conto

Leandra Leal fala pela primeira vez sobre a filha

Atriz comentou sobre a preocupação de criar uma criança negra no Brasil

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
A atriz Leandra Leal foi entrevistada pelo ator Lázaro Ramos no Canal Brasil, que foi ao ar na segunda-feira (10). Durante o bate-papo, a artista, que sempre foi reservada sobre a adoção da filha, falou pela primeira vez sobre a maternidade.
Foto: Leo Lara/Divulgação
"Foi muito louco me tornar mãe, acho que só falaria isso em um programa com você. Nunca engravidei, nunca tive filho, mas tive a minha filha da forma mais linda do mundo. Ela me adotou como mãe e isso é muito transformador, puro, louco. Você quer cuidar, quer proteger e ao mesmo tempo quer que essa pessoa cresça e seja livre, linda. A forma como eu me tornei mãe, para mim, foi mágica. Foi um encontro de alma, foi um amor escolhido. Sentir esse amor dá muita força", disse ela, que é mãe de Julia, de 2 anos, e esposa de Alê Youseff.
Questionada sobre a preocupação de criar uma criança negra no Brasil, Leandra disse que já se deparou com algumas dificuldades no caminho: "eu me considero uma pessoa consciente e nunca fui indiferente ao racismo, mas agora, mãe da Julia é muito diferente. Antigamente quando me diziam que eu não entendia isso, porque não passava por isso, eu dizia que entendia. Mas não, não entendia. Eu tenho muita preocupação com o lugar que ela vai ser criada, com o país que ela vai enfrentar. Mas também comecei a questionar os meus valores, os meus amigos. Eu comecei a ver que a Zona Sul do Rio é predominantemente branca, eu não via muito, e comecei a me incomodar. Ver sobre referência para elas. Vi nos primeiros dias com negócio de Xampu. Não existe shampoo para Crianças com cabelo crespo com menos de dois anos. É uma loucura".