Nem Te Conto

Lembra dela? Ex-Malhação rebate elogios sobre ser 'mãe guerreira'

Atriz ganhou apoio de colegas famosas, como Tatá Werneck, Letícia Colin e Carolinie Figueiredo

Agência O Globo
- Atualizada em

Mariah de Moraes desabafou no Instagram e criticou as perguntas constantes que recebe sobre conciliar trabalho e maternidade. A atriz, que estava no ar em "Deus salve o rei", disse que o mesmo não é feito para os homens.


"Uma das coisas que eu sempre reparei, por ser mulher e ser mãe, é que quando eu dou alguma entrevista à fim de falar sobre um novo trabalho, sempre me perguntam como eu concilio a maternidade com a minha profissão. Eu sou mãe há quase 9 anos. E há quase 9 anos me fazem essa pergunta. E eu acho ela bem sexista. Ninguém pergunta para um pai como ele concilia a paternidade com a profissão dele", diz um trecho do texto da atriz, mãe de João Pedro.

A atriz criticou ainda o elogio "mãe guerreira": "E veja bem, as vezes eu concilio super bem. E tem dias que eu não consigo conciliar nada, vou dormir com um nó na garganta de tanta culpa. (...) E parem de romantizar o nossa dor, a nossa carga mental, dizendo que somos guerreiras. (Eu sei que parece um elogio mas não é). Mãe nenhuma quer ser guerreira. A gente quer é criar nossos filhos em paz, com apoio, afeto, estrutura, igualdade, leveza", escreveu.

Mariah ganhou apoio de colegas famosas: "Musa linda. Mãe leoa", escreveu Tatá Werneck. "Poderosa!", disse Letícia Colin. "Maravilhoso esse texto", comentou Carolinie Figueiredo.