Nem Te Conto

Luana Piovani relembra traição pública a Rodrigo Santoro

"Cheguei em casa e disse: 'vou partir'", revelou atriz

Agência O Globo
- Atualizada em

Luana Piovani falou abertamente sobre o episódio em que ela traiu o então namorado Rodrigo Santoro no carnaval de 2000, quando foi fotografada aos beijos com o empresário Christiano Rangel num camarote de Salvador. Dezessete anos depois, ela volta a tocar num assunto num programa sobre traição em seu canal no Youtube. Casada atualmente com o surfista Pedro Scooby, a atriz conta que já foi traída e admite que "chifrou" Santoro publicamente, mas que logo tratou de terminar o relacionamento com ele após o deslize.


"Já trai e já fui traída. A minha traição foi pública e notória, e o meu 'corno' também foi público e notório. Tenho muita dificuldade em lidar com a culpa. Inclusive, a minha história de traição, na verdade, foi traição, mas eu não voltei para casa falando 'eu te amo, meu amor' e deitei na cama. Eu traí, cheguei em casa e falei 'deu ruim, vou partir'. Não consigo fazer esse número de duas vidas, sabe? De viver duas coisas", disse ela.

Sem citar nomes, a atriz relembra ainda que foi traída e faz uma comparação do "chifre" que levou com o que colocou em Santoro. "Quando eu fui traída, fiquei com tanto ódio que eu espumava. A vontade que eu tinha era de arrancar os olhos da pessoa. Porque eu fui traída e a essa pessoa que me traiu voltou para casa dizendo 'ai, meu amorzinho...' Mas, dito e feito: veio parar na minha mão! E aí que eu fiquei com ódio e pensei: 'como você faz um troço daquele, volta pra casa e se faz de bonzinho? Faça-me o favor! Eu não tenho essa culpa, porque eu não fiz isso'. Eu traí e falei: 'Olha só, não foi legal, me perdoa, dei mole, mas vim aqui te dizer que estou partindo. Não fiquei fazendo a 'fofita' dizendo 'te amo' e traindo a pessoa".