Nem Te Conto

Luísa Sonza fala sobre afastamento das redes sociais e crise de choro após ataques

Cantora foi atacada após a morte do filho de Whindersson Nunes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

No final do último mês, Luísa Sonza se viu atacada por pessoas que diziam que ela era culpada pela morte do filho do seu ex-marido Whindersson Nunes, que nasceu prematuro. Ao ver os comentários, a artista gravou um vídeo chorando e pedindo que as pessoas parecem com as mensagens. Logo depois, apagou os stories e decidiu se afastar do mundo digital até reestabelecer a saúde mental. 

"Por sorte, o meu assessor digital e a minha assessora estavam na minha casa no momento. Eu estava no quarto, eles abriram a porta e me tiraram do chão, com o celular nas mãos. Eles me acolheram naquela hora. Em um primeiro momento, fui afastada das redes sociais mesmo, porque estava em crise. E agora excluí todas elas do meu celular. A minha equipe é que fica olhando e me mandando várias mensagens carinhosas. Agora não estou com cabeça para lidar com a internet novamente. Preciso realmente cuidar um pouquinho da minha saúde mental. Estou há dias sem mexer nisso, com acompanhamento psiquiátrico e psicológico, e já me sinto bem melhor", disse em entrevista à "Elle".

Na entrevista, Luísa também afirmou que não sabe se voltará a mexer nas redes sociais. "Eu sou uma jovem de 22 anos, cria das redes sociais, uso como uma grande ferramenta de trabalho e ali realizo meu sonho de ter contato com meus fãs e de ver a minha música. É tudo junto. Mas não sei quando vou voltar a mexer na internet como era antes, aquela coisa todo dia, o dia inteiro, como uma jovem qualquer. Depois dessas últimas ameaças, não vejo mais sentido em ter que ver tudo isso. Preciso me cuidar para também tranquilizar a minha família", completou.