Nem Te Conto

Marcos Palmeira nega ter perdoado ladrão em Itororó

A bolsa furtada estava dentro de um carro e continha uma carteira, um celular e uma pequena quantia de dinheiro

Redação Correio 24h

O ator Marcos Palmeira se manifestou através de assessoria de imprensa negando que tenha perdoado um homem que furtou uma bolsa do seu amigo Roberto Freire. Segundo a assessoria, Marcos foi à delegacia de Itororó, a 500 km de Salvador, acompanhando Roberto, mas como não encontraram escrivão nem delegado, não registraram queixa.


Nesse momento, Lucas Cardoso, o responsável pelo furto, se aproximou e "pediu um abraço, pedindo em seguida desculpas ao Roberto. A fotógrafa da cidade registrou a cena e o espanto de Marcos", diz a nota. O texto diz ainda que "em nenhum momento o 'preso' se ajoelhou pedindo perdão a Marcos (...) Ele não 'perdoou' o assaltante nem teve conhecimento sobre sua ficha criminal e seus antecedentes".


Segundo informações da delegacia da cidade nesta segunda-feira, não existe plantão policial no local no final de semana, por isso o ator não localizou nenhum delegado. A delegacia ainda informou que Lucas já tinha passagem por estupro, roubos e tráfico de drogas. A Polícia Civil da Bahia informou que existe plantão policial no final de semana em Itapetinga, a cerca de 25 km de Itororó. A polícia disse ainda que irá investigar o caso, mesmo sem a queixa prestada.


A bolsa furtada estava dentro de um carro e continha uma carteira, um celular e uma pequena quantia de dinheiro. Os objetos pertenciam a um dos funcionários da Fazenda Cabana da Ponte, pertencente à família do ator.


Leia a íntegra da nota, divulgada pela Veja:

Marcos  esclarece que não foi assaltado, como vem sendo noticiado na imprensa e em sites de notícias. Ele foi à delegacia de Itororó, no interior da Bahia, acompanhar o amigo Roberto Freire, que fora furtado. Chegando à delegacia, eles não encontraram escrivão nem delegado e não tiveram outra opção senão retirarem-se com os pertences recuperados, sem registrar queixa. Foi quando o bandido o reconheceu e pediu um abraço, pedindo em seguida desculpas ao Roberto. A fotógrafa da cidade registrou a cena e o espanto de Marcos. Em nenhum momento o “preso” se ajoelhou pedindo perdão a Marcos como foi noticiado. Ele não “perdoou” o assaltante nem teve conhecimento sobre sua ficha criminal e seus antecedentes. É lamentável que uma parte da imprensa não tenha apurado devidamente os fatos publicando informações erradas a respeito do ocorrido.




Matéria original Correio 24h:

Marcos Palmeira nega ter perdoado ladrão em Itororó