Nem Te Conto

'Marido está odiando', diz Carolina Dieckmann sobre deixar família nos EUA

Atriz voltou para o Brasil para gravar a novela 'O Sétimo Guardião'

Regiane de Jesus, da Agência O Globo
- Atualizada em

Prestes a estrear em “O sétimo guardião”, próxima novela das 21h da Globo, Carolina Dieckmann será Afrodite. Uma mulher batalhadora, mãe de quatro filhos e super parceira do marido, Nicolau (Marcelo Serrado), mas que vai se ver em crise por não se sentir realizada com a vida que leva.


— Não me imagino tendo a vida dela porque eu, desde nova, sempre soube o que queria. É sofrido encontrar uma mulher na idade da Afrodite, que poderia estar super realizada, começando agora a dar conta de que talvez não esteja tão bem, não tenha parado para pensar em seus sonhos — analisa Carol.

A atriz passa longe dos dilemas da personagem, mas está compartilhando o sentimento de crise por deixar a família em Miami, nos Estados Unidos, enquanto trabalha no Rio. — Estou em crise, é uma dureza. Toda vez que saio de Miami e deixo os meninos (os filhos Davi, de 19 anos, e José, de 11) fica uma metade de mim. Mas eles estão ótimos. Eu tinha um pouco essa saudade de trabalhar e quando Aguinaldo Silva (autor da novela) me convidou eu resolvi aceitar. Não é um trabalho qualquer, é dentro da Globo, que é minha casa, são meus amigos aqui… Estou muito feliz — diz.

Antes de dizer o “sim” definitivo, Carol se abriu com o diretor Papinha, que logo a acolheu. Na logística do trabalho, a atriz fica de duas a três semanas no Brasil gravando e quando consegue um espaço de três a quatro dias na agenda, corre para ver a família.


— O marido está odiando — ri: — Quando me mudei com o Tiago (Worcman, diretor de televisão), eu fui sabendo que ia ficar um tempo de dedicação total a família e era algo que tinha vontade. Foram dois anos direto, fazendo tudo junto, uma vida quase sem problemas. É um privilégio você ter trabalhado a vida inteira, ter condições financeiras e poder pedir um tempo do seu trabalho. Mas temos momentos da vida que trabalhamos mais, que não conseguimos dar tanto atenção para as coisas como gostaríamos...