Nem Te Conto

Marrone fala sobre relação delicada com Bruno: 'tem que ter jogo de cintura'

Na entrevista, Marrone reforçou a importância de ter paciência para conseguir conduzir bem as coisas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Marrone falou como é trabalhar com Bruno durante entrevista ao canal de Dudu Purcena, no YouTube. Na ocasião, o artista, que faz dupla com Bruno há 35 anos, relatou que se incomoda com o excesso de consumo de bebida alcoólica do parceiro musical e que já até pensou em desistir da dupla. 

"(Ele) passa dos limites, com certeza. Mas Deus me deu esse equilíbrio mental e espiritual para eu poder me conter ali na hora, deixar rolar e ficar no meu canto, segurando as pontas", contou o cantor. 

Na entrevista, Marrone reforçou a importância de ter paciência para conseguir conduzir bem as coisas: "Todos nós temos defeitos, ninguém é igual. Então, já que existem as parcerias, nesses momentos a gente tem que ter a cabeça no lugar, alguém tem que ter o espírito ali, naquele momento, de apaziguar a situação, de levar aquela situação numa boa, saber contornar". 

O sertanejo ainda relembrou uma ocasião em que Bruno abandonou o palco durante um show. "Alguém, nessa parceria, tem que ter esse jogo de cintura. Como eu sei que o Bruno gosta de beber bastante, naquele dia ele misturou remédio com bebidas. Eu nem esperava aquela reação. Ele saiu do palco e eu pensei que ele fosse voltar rápido, e ele demorando.... eu cantei 24 Horas de Amor, ele demorando [...] O homem chegou, mas eu vi que ele realmente estava transtornado, estava um pouco fora da casinha. Fiquei ali segurando as pontas. Parceria é ser parceiro". 

Marrone também pontuou que já teve momentos difíceis em que pensou em chutar o balde e abandonar o barco: "Deus pega na minha mão e diz: 'Fica quieto, deixa a poeira baixar'. Mas isso não é brincadeira, não é fácil". 

Assista: