Nem Te Conto

Mônica Martelli participa de protesto contra Bolsonaro: 'é pelo Paulo Gustavo'

Ator morreu no dia 4 de maio após ter contraído a covid-19. Ele deixou o marido Thales Bretas e dois filhos, Gael e Romeu.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A atriz Mônica Martelli participou, neste sábado (29), da manifestação contra o governo de Jair Bolsonaro em Sâo Paulo. Ela lavava um cartaz com os seguintes escritos: "Paulo Gustavo. 500 mil brasileiros mortos. Genocídio".  A manifestação ocorreu também em diversas cidades do país.

A atriz compartilhou uma foto do protesto e seu Instagram e desabfou: "Eu, Mônica Martelli, filha, mãe, profissional e CIDADÃ, precisava estar aqui hoje. Ao lado dessa mulher, minha mãe, que a vida toda me levou pra rua, pra gritar pelo que eu acredito", disse na publicação.

É pelo Paulo Gustavo, meu irmão, que nesse momento não pode mais estar aqui, é por quase meio milhão de pessoas que não podem mais estar aqui. Sim, todas as mortes causadas pelo descompromisso da política com a saúde é uma morte política. É uma vítima dessa política genocida", continuou a atriz.

O ator morreu no dia 4 de maio após ter contraído a covid-19. Ele deixou o marido Thales Bretas e dois filhos, Gael e Romeu.