Nem Te Conto

MPRJ oferece recurso para que ex-BBB responda por violência doméstica

Ministério Público solicita que processo criminal tenha prosseguimento

Agência O Globo
- Atualizada em

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) ofereceu recurso contra a decisão da Justiça que enviou as denúncias de agressão do ex-BBB Marcos Harter à ex, Emilly Araújo, para o Juizado Especial Criminal. De acordo o MPRJ, o caso se enquadra na Lei Maria da Penha, uma vez que Marcos mantinha um relacionamento íntimo com Emilly. O recurso oferecido pelo MPRJ pede que o processo criminal tenha prosseguimento.

(Reprodução: Globo)

De acordo com a denúncia, na festa Retrô, que aconteceu no programa, Marcos agrediu Emilly com fortes beliscões, que causaram um hematoma no braço esquerdo da vítima. "Em outro momento, o denunciado ofendeu novamente a integridade corporal de Emilly, com um apertão no antebraço direito, que acarretou um novo hematoma roxo. As lesões constam em laudo de corpo delito", diz a denúncia.