Nem Te Conto

Multa de Anitta a Kamilla Fialho pode chegar a R$ 12 milhões, diz advogado

Há, no entanto, outra ação entre as duas partes

Agência O Globo

O imbróglio judicial que envolve Anitta e sua ex-empresária Kamilla Fialho pode levar a cantora a pagar mais de R$ 10 milhões à antiga agente. Em conversa com o Jornal EXTRA nesta quarta-feira, o advogado Leonardo Gomes, responsável pela defesa da produtora, informou que há duas ações sendo julgadas. A que envolve uma multa por rescisão contratual antecipada no valor de R$ 9,7 milhões pode, com juros e correção monetária, chegar a R$ 12 milhões.

— O processo já teve perícia na ação principal, que é a ação da cobrança da multa, e o valor estipulado é de R$ 9,7 milhões. Isto não está atualizado. Se forem colocados os juros e a correção monetária, a multa chega a mais de R$ 12 milhões — explica ele.


Há, no entanto, outra ação entre as duas partes. Nesta, a cantora e a ex-empresária discordam sobre os valores de crédito e débito em conta até o momento em que romperam a parceria. — O que falta, a partir de agora, é uma perícia na prestação de contas para ver se o saldo de caixa era positivo ou negativo e em favor de quem: Kamilla ou Anitta. Se em favor da K2L, soma-se o valor da multa com o valor de saldo de caixa em favor dela. Se for apurado um saldo em favor da Anitta, ela vai abater isso do valor da multa — explica Leonardo

O advogado acredita, ainda, que o resultado do processo deve sair este ano. — Até o determinado momento, Kamilla provou tudo o que alegou, diferentemente do que eu entendo sobre o outro lado. A gente caminha para o fim do processo. Ele deve ter a sentença ainda este ano, em cerca de três meses — afirma Gomes.

Na última segunda-feira, a juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, determinou que a cantora deposite R$ 1.282.747,61 em conta judicial como garantia da ação de cobrança movida por sua ex-empresária. A quantia ficará registrada até que sejam julgados conjuntamente os processos envolvendo as duas partes, que brigam na Justiça desde 2014, quando a artista decidiu deixar a antiga agente.

Em julho de 2015, a cantora fez um depósito judicial de R$ 3 milhões, que atualizado chega hoje a R$ 4.222.249,81. Por sua vez, na ação de prestação de contas que ajuizou contra a empresa, Anitta acusa a ex-empresária de desviar R$ 2.479.301, fato que ainda não foi provado. O valor atualizado estaria em R$ 4.146.224,65.