Nem Te Conto

Nego do Borel faz desabafo após ser vaiado em show de Anitta

Público gritou para que cantor deixasse o palco, neste fim de semana

Agência O Globo
- Atualizada em

Nego do Borel usou o Instagram Stories na tarde desta segunda-feira para se pronunciar e pedir desculpas após ter sido vaiado durante o show do ensaio do bloco da cantora Anitta, que aconteceu no Jockey, na Gávea, Zona Sul do Rio, no último domingo. A reação da plateia aconteceu depois que o funkeiro foi considerado transfóbico ao chamar a transsexual Luisa Marilac de "homem".


Com a voz embargada, Nego disse que estava gravando as imagens para "se desculpar novamente": "Estou aqui mais uma vez para me desculpar pelo comentário que fiz para a Luisa. Eu brinquei com uma coisa muito séria, eu não sabia o quanto era importante. Hoje eu sei, hoje estou aprendendo, já vivi muito preconceito, sabe? Está doendo muito dentro de mim abrir meus comentários e ver as pessoas falando que sou transfóbio, homofóbico, um lixo que devia voltar para o buraco da onde eu vim".

Após a "treta" na internet, Luisa Marilac contou que é fã de Nego do Borel desde que o cantor atuou em "Malhação – Seu Lugar no Mundo?", em 2016. A polêmica começou quando a humorista comentou emojis sorrindo em uma foto do funkeiro de sunga na praia, ele respondeu com pontos de interrogações. Ela disse que ficou eufórica ao ver seu ídolo a notando na rede social e se empolgou e escreveu que Nego estava mais gato a cada dia. Ele, então, disse que ela "também era um homem gato".

Nesta tarde, Nego disse que a repercussão do caso está ensinando muitas pessoas: "Eu realmente errei muito. Eu não sabia o quanto isso era importante, não tinha entendimento, então, fiz um comentário achando que seria engraçado, seria legal e está acontecendo o que está acontecendo. Cada dia eu olho mais a internet e procuro... Eu entendo como o quanto é importante a área LGBT, a galera LGBT, a história deles, muitas pessoas já morreram por isso, muitas pessoas podem morrer por isso, é muito sério. Me perdoa, estou pedindo desculpas, sou um ser humano. Eu acho que todo ser humano erra e merece perdão. Às vezes minha mãe está vendo televisão e ela vê que estão me vaiando, me chamando de transfóbico, homofóbico e não é isso que eu quero, não é isso que eu sou, mas eu entendo a galera que está chateada porque é muito sério o que está acontecendo. Quero agradecer a vocês também por me ensinarem, vocês estão sendo meus professores, estou aprendendo muito. Muitas pessoas estão vendo essa repercussão e estão aprendendo também porque é muito sério e nós estamos criando um respeito que tinha, mas não tinha", desabafou o cantor no Instagram.

No show, ao perceber a reação do público, Anitta tentou defender Nego do Borel: "De onde Nego veio, não é só o Nego, não. É muita gente. Não significa que eu concorde com coisas que ele pense ou que faça, mas significa que eu o amo independente disso e que eu estou aqui para ensinar a eles as coisas".