Nem Te Conto

Nego do Borel publica posicionamento após acusações de estupro: 'Eu não vi maldade'

Cantor diz que se sente injustiçado pela expulsão e pensa em tirar a própria vida

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Apesar de ter anunciado que iria falar sobre a expulsão da 'A Fazenda 13' na segunda-feira (27), Nego do Borel publicou neste domingo um vídeo se posicionando sobre os últimos fatos que aconteceram no reality e também sobre as acusações feitas recentemente na Justiça por Duda Reis. 

O cantor, que foi expulso após internautas denunciarem um possível abuso sexual envolvendo a participante Dayane Mello, começou negando absolutamente tudo. 

"Vou começar primeiro com algumas coisas que estavam acontecendo aqui fora, antes de eu entrar pro reality...eu venho sendo acusado de várias coisas.

Assim como de eu ter fuzil dentro da minha casa e a polícia e achou um fuzil de paintball. Fui acusado de passar doença, HPV, fiz todos os exames, constrangimento, nunca tive nenhuma doença e não tenho. Fui acusado de ter dois milhões na minha casa, polícia veio aqui e pegou 420 mil na minha casa. A polícia liberou porque a gente provou que o dinheiro é lícito. Fui acusado de ser racista. Venho da favela, sou preto, meus amigos pretos, minha família preta... Não tenho nem argumentos para isso. Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário junto com a polícia, não têm tido valor. As pessoas ainda estão me julgando. Eu sinto que a minha voz não vale de nada. Hoje vejo o racismo escancarado", começou ele. 



Em relação ao posicionamento de Duda Reis, o artista citou que não consegue compreender porque ela fala sempre dele. "Entrei para o reality e tem uma pessoinha que ficou aqui fora. E não sei porque essa pessoinha não segue a vida dela, levanta pautas falando do meu nome... Sendo que sempre quando eu toco nessas questões que nós vivemos lá atrás, eu toco para me justificar e me explicar... Eu não fico atacando, falando que pessoa é isso ou aquilo. Está na mão da polícia e da Justiça. Não sei o que acontece que a pessoa fica tocando no meu nome o tempo inteiro."

Sobre o caso envolvendo Dayane Mello, Nego se emocionou e chegou a dizer que teme pela própria vida. "Primeiramente, pedir perdão para a minha mãe, avó e minhas tias, que são mulheres. E depois quero pedir desculpas a todas as mulheres que se sentiram incomodadas. Porque eu não vi maldade... Vocês podem ver que quando ela fala pra mim 'não', eu vou dormir e não faço mais nada. A gente não transa. Eu não forço nada, simplesmente fui dormir. Não entendi nada... Eu vou acabar tirando minha vida. Eu não estou blefando", disse ele.

Veja vídeo completo compartilhado pelo cantor